Category Archives: Igreja Católica

Nossa Senhora de Guadalupe: Imperatriz das Américas

Cidade do México, México, 11 de dezembro de 2018 / 15:47 (CNA/EWTN News).-seria impossível viajar para o México sem ver a imagem colorida, cobertas de estrelas, mal-esmagamento da Nossa Senhora de Guadalupe, nas esquinas, em casas particulares, nas paredes dos restaurantes e certamente em capelas de igreja.

Duzentos e oitenta e sete anos atrás, a Virgem Maria apareceu várias vezes a St Juan Diego, um converso asteca ao catolicismo, em sua nativo México. A Maria Mestiza, que ficou conhecida como Nossa Senhora de Guadalupe, falou com Juan Diego suavemente como uma mãe e em sua língua nativa.

Em 12 de dezembro, em sua última aparição a Juan Diego, ela ordenou-lhe para reunir as rosas ventos fora de temporada do topo de uma montanha, em dezembro e trazê-los ao bispo como prova do seu desejo de ter uma igreja construída lá. Quando Juan Diego deixe as rosas caem em seu tilma, a milagrosa imagem de nossa senhora de Guadalupe apareceu impressa em seu tilma, e o Bispo estava convencido.

Desde então, a tilma tem sido venerada por milhões de pessoas todos os anos, e a imagem de nossa senhora de Guadalupe tornou-se onipresente com cultura mexicana.

“Muito bonito se você é mexicano está Marian, dedicado a Nossa Senhora,” diácono Jesus Valenzuela, direito, seminarista do México no Nossa Senhora de Guadalupe Seminary em Nebraska, disse CNA.

Mas enquanto ela é originalmente do México, seu patrocínio e a devoção se espalhou em todas as Américas e além.

Mãe do México e do ‘a todos que me amam’

Monsenhor Eduardo Chavez, postulador da causa da St Juan Diego e uma aparição de Guadalupe especialista, não é surpresa que a devoção a nossa senhora de Guadalupe tem crescido forte nos Estados Unidos e em todo o mundo.

Na verdade, a Virgem Maria disse Juan Diego se o que ela desejava ser a mãe de mais de México sozinho, ele disse.

Introduzindo-se a Juan Diego, Mary diz: “Eu sou sua mãe piedosa, para você e para todos os habitantes desta terra e todo o resto que me amam.”

“Em 1531, foram sem fronteiras nas Américas. Mas, no caso de precisarmos de esclarecimento, a própria Virgem diz a Juan Diego ‘e de todas as outras pessoas de diferentes grupos que me amam. Depois da Virgem de Guadalupe, ela mesma está declarado que ela é não só para os mexicanos, mas para todo o mundo,”Chavez disse CNA.

A Virgem de Guadalupe transcende culturas e países, porque ela vem tendo Christ, Chavez adicionado.

“(Nossa Senhora) coloca Jesus no coração de cada ser humano, além da língua, tradições, costumes, política, além de divisões, além de tudo – ela colocou o nosso Senhor Jesus Cristo no coração humano, tornando-nos irmãos.”

Sua devoção ganhou seguidores significativos fora do México, começando no século XX, quando ela recebeu numerosos títulos pelo Vaticano.

Em 1910, chamado de São Pio X a padroeira da América Latina, e em 1945, com a insistência dos Bispos dos EUA e Canadá, ven. Pius XII concedeu a ela o título de Imperatriz das Américas.

“Imperatriz é talvez o título mais impressionante que seja limitada a um pequeno número dos líderes advocations Marin em todo o mundo, dos quais nenhum reivindicar espiritual em dois continentes como é o caso com a Virgem de Guadalupe,” Andrew Chesnut, F. de Walter do Bispo Sullivan Chair em estudos católicos na Virginia Commonwealth University e especialista em catolicismo na América Latina, disse CNA.

Mais tarde, St. John Paul II formalizou a invocação de nossa senhora de Guadalupe como padroeira das Américas e estrela da nova evangelização. Em 1999, ele declarou que seu dia de festa, de 12 de dezembro comemorado nas igrejas das Américas, e em 2002 ele Canonizada St Juan Diego.

“Ela costumava ser chamado de Imperatriz das Américas, porque até então as Américas eram consideradas dividido em parte do Sul e sua cultura hispânica e portuguesa e a parte norte, com sua cultura inglesa e francesa,” disse Chavez.“Mas St John Paul II nomeou em 1999 padroeira de toda a América, singularily, porque pelo amor de Deus, não há nenhum divisões”.

Como Guadalupe veio para os EUA.

Um dos lugares mais fortes de devoção à Virgem de Guadalupe, fora do México, pode ser encontrado nos Estados Unidos, onde a paróquias, seminários e santuários ostentar o nome dela.

Enquanto Chesnut viu imagens da Virgem de Guadalupe nas igrejas da América Latina, “não há dúvida que devoção à Maria Mestiza é mais forte no México e os EUA”

“Nos últimos poucos devoção de décadas para a Virgem de Guadalupe, nos Estados Unidos se espalhou para além de paroquianos da herança mexicana e Latino a descida de Africano americanos, europeus e asiáticos,” ele disse.

A versão simplista da história de como a devoção que se espalhou ao norte é migração mexicana, Julia Young, professor associado de história na Universidade Católica da América, disse CNA.

“A mexicanos, quando eles vieram para os Estados Unidos, trouxeram sua fé com eles e sua própria identidade religiosa e suas próprias práticas religiosas e onde eles poderiam, eles encontraram lugares de culto ou abriram novos lugares de culto. E muitas vezes… deram-lhes para a virgem, a quem eles eram mais dedicado – nossa senhora de Guadalupe, “ela disse.

A guerra Cristera, que teve lugar no final de 1920, foi uma rebelião de clero e leigos contra o anti-católica e anti-clericais governo mexicano. O conflito feitos políticos e religiosos refugiados fora um proporcionalmente elevado números de clero e religiosos, Young disse, que veio para os Estados Unidos buscando segurança e trouxe suas devoções com eles.

Migração de mexicana para os Estados Unidos continuou a guerra Cristera até o México se tornou o país superior para a imigração para os EUA, disse Young.

Enquanto eles não podem estar construindo tantas novas igrejas como eram nos anos anteriores da imigração, imigrantes mexicanos para os Estados Unidos hoje, ainda, trazer sua devoção religiosa com eles onde quer que vão.

“Não estão abrindo suas próprias igrejas, eles estão participando em igrejas existentes,” Young disse de emigrantes mexicanos.

“É por isso que você vai dizer, Southbend, Indiana e você vê uma igreja construída pelos imigrantes poloneses que agora tem um altar ou um altar de lado para a Virgem de Guadalupe. Os novos imigrantes mexicanos estão vindo para as igrejas antigas de imigrantes italianos e polacos e trazem a Virgem de Guadalupe quando eles vêm para adoração.”

Seus muitos patrocínios

Como ela ganhou popularidade na Igreja nos Estados Unidos, numerosas organizações católicas e causas que transcendem as culturas e até mesmo países escolheram nossa senhora de Guadalupe como sua padroeira oficial.

Quando Carl Anderson foi nomeado cavaleiro Supremo da fraternidade Católica cavaleiros de Colombo, em 2001, ele trouxe a diretoria e os oficiais da ordem para a Basílica de nossa senhora de Guadalupe, na cidade do México, a fim de colocar os cavaleiros sob a proteção e a intercessão de nossa senhora de Guadalupe.

“Eu queria enfatizar o caráter internacional de sua mensagem e o caráter internacional dos cavaleiros de Colombo,” Anderson disse CNA.

Ele também foi inspirado pelo St. John Paul II, que chamou de Guadalupe “um exemplo de inculturação perfeito e coloca o hemisfério sob sua proteção, assim pareceu-me que isto era a coisa certa para os cavaleiros de Colombo fazer,” ele disse.

A Virgem Maria foi invocada frequentemente como um especial protetora e padroeira dos sacerdotes. Em Nebraska, um seminário internacional para a fraternidade de São Pedro, os sacerdotes-de-ser é, sob o patrocínio de nossa senhora de Guadalupe, para quem o seminário é chamado.

Valenzuela disse que este patrocínio fala para o caráter”internacional” a Fraternidade Sacerdotal de Pedro St, que é uma congregação no mundo dos sacerdotes especificamente formados e treinados para celebrar a forma extraordinária da missa.

Nossa Senhora de Guadalupe tem um lugar especial nos corações dos seminaristas, Valenzuela disse, porque “o trabalho de Maria é muito bonito o trabalho dos sacerdotes”.

“Nossa senhora de Guadalupe, pelo que eu sei é a única aparição de Maria, onde ela está grávida, então o que ela faz, qual é sua missão completa, é para levar a Cristo dentro do coração do homem, e que é que faz que os sacerdotes, podemos levar Cristo às outras pessoas “ele disse.

Seu dia de festa no seminário, que inclui os seminaristas América do Sul, Central e do Norte, é um dia inteiro de comemorações, começando com a liturgia e completar com “piñatas”, uma festa mexicana, fogos de artifício e uma banda de mariachi.

“É um dia de grande festa”, disse Valenzuela.

Nossa Senhora de Guadalupe também tem sido popularizada como a padroeira do movimento pró-vida, particularmente nos Estados Unidos e Canadá, “porque ela é uma mulher grávida e ela carrega a nosso Senhor Jesus Cristo no seu ventre imaculado, ela é a padroeira da vida desde a momento da concepção,”disse Chavez.

Humana vida internacional (HLI), um grupo de missionários pró-vida, fundada nos Estados Unidos, é uma organização pró-vida que especificamente afirma-la como sua padroeira.

“Vivemos em um mundo no qual sacrifícios de crianças, ou seja, o aborto, é incorporado profundamente as subestruturas de nossa cultura,” HLI Presidente, p. Shenan J. Boquet, disse nos comentários do email à CNA.

“Os deuses de moderno-dia de riqueza, poder, prazer, comodidade e independência exigem muito sangue – sacrifício – em troca de seus dons venenosos,” ele disse. “Nesta batalha espiritual e temporal, nós pode ser tentados por medo e desânimo quanto saber que nós podemos fazer contra tal determinação de vontade e mal vivida hoje no avanço da cultura da morte.”

P. Paul Marx, o.s.b. †, quem escolhe a nossa senhora de Guadalupe como padroeira da humana vida internacional, fê-lo porque ele viu a devoção a Maria como “a solução” a decadência moral, Boquet disse.

“Ao contemplar sua simplicidade que encontramos a força para imitar a sua fé e prosseguir com confiança no conhecimento de que Deus vão superar as barreiras aparentemente intransponíveis, pairando sobre o mundo de hoje,” Boquet disse, citando Marx.

Valenzuela disse que ele também procura de Guadalupe incentivo contra a “cultura da morte”.

“Papa João Paulo II chamou a cultura neste tempo presente a cultura da morte. E nossa senhora de Guadalupe, ela é o símbolo da vida. Por que? Porque ela tem vida, o próprio Cristo, no seu ventre. “

A mensagem de nossa senhora de Guadalupe, para a igreja hoje

Chavez disse que a devoção a nossa senhora de Guadalupe continua a crescer e se espalhar e manifesta-se na variedade de peregrinos internacionais no seu santuário, na cidade do México.

Sua mensagem, observou ele, é de unidade e amor.

“É por isso que ela está fazendo uma nova civilização – do amor de Deus – onde não existem fronteiras ou divisões, onde estamos todos a uma família de Deus. Sua pele escura, a pele dela mestiço, também sinaliza que é a mãe de todas as pessoas,”ele disse.

Anderson, que o co-autor de um livro sobre Guadalupe com Chavez intitulado “Nossa senhora de Guadalupe: mãe da civilização do amor”, disse que em meio a divisões e tensões nos EUA e no mundo, a Virgem está sempre pedindo paz e reconciliação.

“Ela veio em um momento quando houve um grande conflito entre os europeus que tinham chegado no novo mundo e os povos indígenas, e a mensagem dela foi um de esperança, reconciliação, unidade e cura,” ele disse.

“Que levou a mensagem através dos séculos, e eu acredito que é apenas tão relevante hoje, quando olhamos para o que está acontecendo ao redor do mundo, mas também na nossa própria fronteira, precisamos de sua mensagem, tanto hoje como nunca antes.”

Vaz da Silva disse que a mensagem de nossa senhora de Guadalupe, para os católicos hoje é também um de confiança total no amor e proteção de Maria.

“Eu acho que ela tem uma mensagem universal… e isso é muito importante para todos os católicos, desta confiança em Maria,” ele disse, “porque ela diz Juan Diego: ‘ nada deve assustar você. Deixe o seu coração não ser perturbado.'”

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

Eu odiava a simples ideia de algum dia virar católico

A história de um evangélico batista que encontrou a plenitude da fé no catolicismo

No dia seguinte à quarta-feira de cinzas de 2012, eu liguei para a minha mãe do meu dormitório no Seminário Teológico Batista do Sul e contei a ela que estava pensando em me tornar católico.

“Você não vai se tornar católico, você só sabe que não é batista“, disse ela.

“Não, mãe, eu acho que não é só isso”.

Pausa. “Ah, meu Deus”, ela suspirou.

Eu comecei a chorar.

Não tenho como enfatizar o suficiente o quanto eu odiava a simples ideia de algum dia virar católico. Fui reticente até o último instante. Poucos dias antes de abandonar a Igreja batista, eu cheguei a enviar um sermão para um concurso; estava decorando o Salmo 119 para me convencer da “sola scriptura”; marcava reuniões com professores para ouvir os melhores argumentos contrários ao catolicismo; lia livros protestantes sobre o catolicismo, de propósito, em vez de livros de autores católicos.

Além disso, eu sabia que ia perder o subsídio para moradia e teria que devolver o valor da bolsa se abandonasse o seminário, sem falar da decepção para a minha família, amigos e para a dedicada comunidade da igreja.

Mas quando eu tentava estudar, desabava na cama. Tudo o que eu queria era gritar com o livro: “Quem disse?”.

Eu tinha vivido uma grande mudança de paradigma na minha maneira de pensar sobre a fé. E a questão da autoridade apostólica surgia mais forte do que nunca.

Mas vamos voltar alguns anos no tempo.

Eu cresci num lar protestante evangélico. Meu pai se tornou pastor quando eu estava na quarta série. Durante o ensino médio, eu me apaixonei por Jesus Cristo e pelo seu precioso Evangelho e decidi me tornar pastor também.

Foi nessa época que eu endureci a minha convicção de que a Igreja Católica Romana não seguia a Bíblia. Quando perguntei a um amigo pastor por que os católicos diziam que Maria permaneceu virgem depois do nascimento de Jesus, se a Bíblia diz claramente que Jesus teve “irmãos”, ele simplesmente fez uma careta: “Porque eles não leem a Bíblia”.

O livro “Don’t Waste Your Life” [Não desperdice a vida], de John Piper, me fez enxergar um chamamento ao trabalho missionário. Passei o verão seguinte evangelizando os católicos na Polônia.

Fiquei surpreso quando visitei os meus pais, depois disso, e encontrei um livro intitulado “Born Fundamentalist, Born Again Catholic” [Nascido fundamentalista, renascido católico] em cima da mesa do meu pai. Por que o meu pai estaria lendo uma coisa dessas? Fiquei curioso e, como não tinha trazido nada para ler em casa, dei uma olhada no livro.

As memórias de David Currie, que abandonou a sua formação e o seus ministérios evangélicos, foram desconfortáveis para mim. Sua defesa sem remorsos de doutrinas controversas sobre Maria e o papado eram chocantes; eu nunca tinha pensado seriamente que os católicos tivessem argumentos sensatos e embasados para defender essas crenças.

A presença do livro na mesa do meu pai foi explicada com mais detalhes alguns meses depois, quando ele me ligou e disse que estava retornando ao catolicismo da sua juventude. Minha resposta? “Mas você não pode simplesmente ser luterano ou algo assim?”. Eu me senti traído, indignado e furioso. Nos meses seguintes, servi como pastor de jovens na minha igreja local e, nos tempos livres, lia sobre o porquê de o catolicismo estar errado.

Foi quando encontrei um artigo que falava de uma “crise de identidade evangélica“. O autor pintava um retrato de jovens evangélicos crescendo num mundo pós-moderno, desejosos de encontrar as suas raízes na história e sedentos do testemunho motivador de quem permaneceu firme em Cristo durante épocas cambiantes e conturbadas. Mas, na minha experiência, a maioria das igrejas evangélicas não observava o calendário litúrgico, o credo dos Apóstolos nunca era mencionado, muitos cantos só foram escritos a partir de 1997 e, quando se contava algum relato sobre um herói da história da Igreja, invariavelmente se tratava de alguém posterior à Reforma. A maior parte da história cristã, portanto, passava em branco.

Pela primeira vez, eu entrei em pânico. Encontrei uma cópia do catecismo católico e comecei a folheá-lo, encontrando as doutrinas mais polêmicas e rindo das tolices da Igreja católica. Indulgências? Infalibilidade papal? Esses disparates, tão obviamente errados, me tranquilizaram no meu protestantismo. A missa me soava bonita e a ideia de uma Igreja visível e unificada era atraente, mas… à custa do Evangelho? Parecia óbvio que o demônio construía uma grande organização para afastar muita gente do céu.

Sacudi a maioria das minhas dúvidas e aproveitei o restante do meu tempo me divertindo com o grupo de jovens e compartilhando a minha fé com os alunos. Qualquer dúvida, resolvi, seria tratada no seminário.

Comecei as minhas aulas em janeiro, com a mesma emoção de um fanático roxo por futebol indo para a final da Copa do Mundo. As aulas eram fantásticas e eu pensei que tinha finalmente me livrado de todos aqueles problemas católicos.

Mas, poucas semanas depois, mais dúvidas me assaltaram. Estávamos estudando as disciplinas espirituais, como a oração e o jejum, e eu fiquei cismado com a frequência com que o professor pulava de São Paulo para Martinho Lutero ou Jonathan Edwards ao descrever vidas admiráveis ​​de piedade. Será possível que não aconteceu nada que valesse a pena nos primeiros 1500 anos do cristianismo? Este salto na história continuaria me incomodando em muitas outras aulas e leituras propostas. A maior parte da história da Igreja anterior à Reforma era simplesmente ignorada.

Eu logo descobri que tinha menos em comum com os padres da Igreja primitiva do que eu pensava. Diferentemente da maioria dos cristãos na história, a comunhão sempre tinha sido, para mim, apenas um pouco de pão e suco de uva ocasionais e o batismo só me parecia importante depois que alguém tinha sido “salvo”. Esses pontos de vista não apenas contradiziam grande parte da história da Igreja, mas, cada vez mais, evocavam passagens desconfortáveis da Bíblia que eu sempre tinha desdenhado (João 6, Romanos 6, etc.).

Outras perguntas que eu tinha enterrado começaram a reaparecer, mais ferozes, exigindo uma resposta. De onde foi que veio a Bíblia? Por que a Bíblia não se autoproclamava “suficiente”? As respostas protestantes, que tinham me bastado no passado, já não eram satisfatórias.

Foi lançado nesse tempo um vídeo viral de Jefferson Bethke no YouTube, “Por que eu odeio a religião, mas amo Jesus”. O jovem tinha boas intenções, mas, para mim, ele apenas validava o que o Wall Street Journal tinha chamado de “perigosa anarquia teológica dos jovens evangélicos”, tentando separar Jesus da religião e perdendo muito no processo.

O ponto de inflexão foi a quarta-feira de cinzas. Uma igreja batista em Louisville realizou uma cerimônia matutina e muitos estudantes compareceram às aulas com as cinzas ainda na testa. Na capela, naquela tarde, um professor famoso pelo empenho apologético anticatólico expôs a beleza dessa tradição milenar.

Depois disso, eu perguntei a um amigo do seminário por que a maioria dos evangélicos tinha rejeitado essa linda tradição. Ele respondeu com alguma coisa sobre fariseus e “tradições meramente humanas”.

Eu balancei a cabeça. “Não, eu não consigo mais”.

A minha resistência ao catolicismo começou a se desvanecer. Eu me sentia atraído pelos sacramentos, pelos sacramentais, pelas manifestações físicas da graça de Deus, pela Igreja una, santa, católica e apostólica. Não havia mais como negar.

Foi no dia seguinte que eu liguei para a minha mãe e contei a ela que estava pensando em me tornar católico.

Faltei às aulas da sexta-feira. Fui para a biblioteca do seminário e olhei os livros que eu tinha me proibido de olhar, como o catecismo e os últimos textos do papa Bento XVI. Eu me sentia como se estivesse vendo pornografia. No sábado, fui à missa das cinco da tarde. O grandioso crucifixo da igreja me fez lembrar de quando eu considerava os crucifixos um prova de que os católicos não tinham mesmo entendido a ressurreição.

Mas desta vez eu vi o crucifixo de modo diferente e comecei a chorar. “Jesus, meu Salvador sofredor, Tu estás aqui!”.

A paz tomou conta de mim até a terça-feira, quando a realidade me atropelou. Fico ou vou? Fiz vários telefonemas em pânico: “Eu literalmente não tenho ideia do que eu vou fazer amanhã de manhã”.

Na quarta-feira de manhã, eu acordei, abri meu laptop e digitei “77 razões pelas quais estou deixando de ser evangélico”. A lista incluía coisas como a “sola scriptura”, a justificação, a autoridade, a Eucaristia, a história, a beleza e a continuidade entre o Antigo e o Novo Testamento. Os títulos e os parágrafos fluíam dos meus dedos como a fúria das águas que explodem uma represa secular.

Poucas horas depois, em 29 de fevereiro de 2012, eu saí de Louisville para evitar confundir mais alguém e esperando que eu próprio não estivesse cometendo um erro.

Os meses seguintes foram dolorosos. Mais do que qualquer outra coisa, eu me sentia envergonhado e na defensiva, indagando de mim mesmo como é que a minha identidade e o meu plano de carreira tinham se deixado abalar tão rapidamente. Mesmo assim, eu entrei para a Igreja no dia de Pentecostes com o apoio da minha família e comecei a procurar trabalho.

Muita coisa mudou desde então. Eu conheci Jackie no site CatholicMatch.com naquele mesmo junho. Casei com ela um ano depois e comemoramos o nascimento da nossa filha Evelyn em 3 de março de 2014. Vivemos agora no Estado de Indiana e eu estou feliz no meu novo trabalho.

Ainda sou novato nesta jornada católica. Para todos os que ainda se questionam, eu posso dizer que o meu relacionamento com Deus só tem se aprofundado e fortalecido. Enquanto vou me envolvendo com a paróquia, me vejo muito grato pelo amor à evangelização e à Bíblia que aprendi no protestantismo.

Não acho que eu tenha abandonado a minha fé anterior, mas sim que eu consegui preencher as suas lacunas. Hoje eu dou graças a Deus por ter recebido a plenitude da fé católica.

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

Natal não deve ser de festas e compras, diz o papa

Cidade do Vaticano – O papa Francisco pediu nesta segunda-feira (23) que as pessoas usem o Natal como uma oportunidade para se colocar “no lugar de Jesus”, e não para “fazer festas, compras e rumores”.

O Pontífice fez a declaração durante uma missa celebrada nesta manhã na residência de Santa Marta, no Vaticano. “O Natal geralmente é uma fez barulhenta, mas fará bem ficar um pouco em silêncio para ouvir a voz do amor”, comentou.

Esse será o primeiro ano de Francisco à frente das celebrações de Natal da Igreja Católica.

Ele presidirá amanhã uma missa na Basílica de São Pedro e, na quarta-feira, fará a benção “Urbi et Orbi” no Vaticano.

Fonte: Revista Exame

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica, Notícias

Jovens sacerdotes: padres levam missão de aproximar Igreja aos fiéis

O sacerdote Helano Samy é vigário paroquial no distrito de Capuan, localizado no município de Caucaia, e visita mensalmente 36 pequenos distritos naquela área

Padre Zacarias trabalha com as comunidades em Chorozinho fotos: natinho rodrigues 

Dentro da estrutura da Igreja Católica atual, o sacerdote exerce múltiplos e complexos papéis. O primeiro e mais fundamental é o de transmissor e alimentador da fé cristã junto aos fiéis, com a propagação dos evangelhos e preceitos da religião. Segundo, o de atuar como um verdadeiro “pastor”, dedicando sua vida por inteiro a ajudar, aconselhar e orientar os que procuram seu auxílio. Terceiro, o de missionário. Como afirmou o papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) deste ano, não basta abrir a porta para acolher, deve-se sair pela porta e ir ao encontro das pessoas.

No contexto renovação da Igreja, os padres mais jovens e recém-ordenados adquirem, ainda, outras funções. Detentores de experiências e olhares diferenciados, os novos presbíteros são, agora, os encarregados diretos de proporcionar o maior diálogo entre a Igreja e seus fiéis proposto pelo papa Francisco. Desafio grande que contrasta com a pouca idade da nova geração sacerdotal.

Não suficiente, precisam acompanhar a evolução mundial, estar em sintonia com as ciências e os meios de comunicação, e, ao mesmo tempo, disseminar os ensinamentos do Evangelho para uma sociedade que tende a ver o catolicismo em seus velhos moldes como uma religião ultrapassada.

Missionários

Neste mês de dezembro, completa-se um ano que Helano Samy da Silva e Zacarias Virgílio Araújo, 28, foram ordenados sacerdotes pela Arquidiocese de Fortaleza. A vocação sacerdotal aflorou ainda na adolescência e, após oito anos de estudo e preparação em seminários do Estado, eles se tornaram dois dos mais jovens presbíteros da Capital. O primeiro foi nomeado vigário paroquial no distrito de Capuan, município de Caucaia. Já o segundo serve à Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Chorozinho, também na Região Metropolitana de Fortaleza.

Ao longo do ano de sacerdócio, a meta e o desejo de ambos sempre foram os mesmos. “Estar próximo ao povo, ajudando no que for preciso e necessário. A nossa vida é inteiramente de disposição para as pessoas”, diz Zacarias. Mas em cidades nas quais a religião católica perdeu espaço para outros cultos, do evangélico ao ateísmo, os jovens padres perceberam que o “estar próximo” significa, verdadeiramente, ir até a população, resgatando o ideal de uma igreja missionária.

Nas duas regiões onde estão alocados, da mesma forma que em muitas cidades do Interior do Estado, a imagem do padre ainda é vista como sinal de status, característica que ficou marcada em outros momentos da Igreja Católica e acabou por reforçar o distanciamento entre a liderança da entidade e seus seguidores. Para se aproximar, foi preciso colocar os pés no chão, quebrar o estigma, e trabalhar de perto, junto à comunidade.

Além do centro urbano de Capuan, sede da Igreja Matriz, Padre Helano Samy visita mensalmente 36 pequenos distritos situados nas redondezas. Locais pobres, carentes de fé e de assistência, onde a única presença de organização social é religiosa. Lá, ele faz o papel não só de evangelizador, celebrando missas, batismos e casamentos.

Trabalho social

O sacerdote é também o articulador dos habitantes na busca de direitos, seja por saúde, educação ou ajuda para combater os prejuízos causados pela seca que atingiu o Ceará neste ano. O sacerdote participa, ainda, de projetos sociais, a exemplo do Centro de Pesquisa Vivência Ecológica (Cepe Viva), em Caucaia, que oferece aulas de reforço e atividades físicas a 45 crianças e adolescentes pertencentes a famílias sem recursos.

“Encontramos muito essa realidade de ver pessoas que precisam do básico. Foi uma experiência que causou muito impacto. Percebi que, onde eu estou, posso ajudar a deixar as pessoas mais conscientes a respeito de seus direitos e a formar numa nova cultura que consiste em ver todas as comunidades como uma família, se ajudando nos problemas e caminhando nas alegrias”, confessa o sacerdote.

No município de Chorozinho, também castigado pela estiagem, no qual boa parcela da população vive sob condições precárias em assentamentos, Zacarias é um dos coordenadores da Pastoral da Criança. A ação do grupo, formado por voluntários, tem foco no combate da desnutrição e da desidratação infantil. “Faz parte da Igreja se envolver nisso, estar ao lado dos necessitados. Estamos voltando a nos centrar nisso. São coisas que, muitas vezes, as pessoas que estão lá fora não veem”, ele conta.

A partir de esforços como esse, os dois sacerdotes tentam renovar a Igreja resgatando atitudes e valores que remontam aos reais princípios da fé. Porém, na caminhada desde o dia em que se tornaram padres, os desafios e dificuldades continuam se apresentando em vários aspectos, a maioria ligados à modernidade e transformações sociais.

Desafios

Um deles é o de reverter a ideia de que a Igreja e a religião católica representam uma visão antiga do mundo, não correspondente com a realidade. “Quando a gente fala em Igreja, acham que é algo ultrapassado. O religioso vê o mundo com uma visão de esperança, como um agente que transforma. Tentamos mostrar que esse modo de encarar as coisas também é válido e contribui com a sociedade ainda hoje”, ressalta padre Helano.

Para ambos os sacerdotes, em tempos marcados pelo individualismo e pelo relativismo, também lhes é imposta a difícil tarefa de fazer com que a população vivencie a fé e se identifique com o evangelho. “As pessoas acreditam, às vezes, que o Evangelho não tem mais nada a ver com a sociedade, mas isso não é verdade. O Evangelho ainda fala muito para as pessoas hoje, e nós precisamos passar isso”, afirma Helano Samy.

Mas talvez o maior desafio seja o de dar respostas à sociedade em relação aos temas que abalam os dogmas da religião católica. Na visão de Zacarias Virgílio, a Igreja acompanha as mudanças nos tempos, mas não há como a instituição fugir dos princípios que a fundamentam. “A sociedade vive em uma realidade em que tudo é relativo, inclusive a fé. As pessoas pensam que a religião deve ser do jeito que elas querem, do jeito que elas acreditam. Mas a Igreja só pode dar respostas a partir do que ela se propõe, que é a vivência da fé na prática”, aponta.

Já Helano Samy avalia que, apesar de manter as tradições, a Igreja tem de estar preparada para discutir mais abertamente assuntos considerados polêmicos, como avanços da ciência, a discussão sobre sexualidade, as críticas ao direito à vida, entre outros. Na expectativa de acompanhar as mudanças do mundo contemporâneo, o próprio padre sente a necessidade de estar a par dos novos acontecimentos. Segundo ele, a Igreja precisa lidar com questionamentos levando em conta os preceitos da religião, mas também se mantendo de portas abertas.

“Hoje, a Igreja se vê interpelada de muitas maneiras, por grupos sociais distintos. Existem alguns assuntos que fazem parte de uma tradição e realmente são fechados, mas é preciso saber que o dever da Igreja é acolher. Não é a identidade de uma pessoa que vai excluí-la”, defende.

 

Fonte: Diário do Nordeste

 

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica, Notícias

Os homossexuais são bem-vindos na Igreja Católica?

Alguns homens e mulheres que lutam com a atração pelo mesmo sexo, me pergunto se há alguma esperança para que sejam recebidos em ou voltar para a igreja. A resposta a essa pergunta é um inequívoco “Sim”. Deus chama cada um de nós, homossexuais ou heterossexuais, à castidade de acordo com as circunstâncias da vida. A igreja está aqui para ajudar todos nós viver na luz da verdade.

Um Ministério eficaz e útil ajudando crentes homossexuais é coragem. Aqui está um trecho de seu Web site:

“São você ou um ente querido experimentar atrações homossexuais e à procura de respostas?

Coragem, um apostolado da Igreja Católica Romana, os ministros para aqueles com a atração pelo mesmo sexo e seus entes queridos. Nós foram aprovadas pelo Conselho Pontifício para a família e nosso amado João Paulo II disse deste ministério, “a coragem é fazer a obra de Deus!”Temos também uma extensão chamada incentivar que os ministros para parentes e amigos de pessoas com a atração pelo mesmo sexo.

No nosso web site, você aprenderá sobre a homossexualidade e a castidade. Desenvolvendo uma vida interior de castidade, que é a chamada universal para todos os cristãos, um pode mover-se além dos limites da identidade homossexual para uma mais completa em Cristo…

Venha ver o que nós somos sobre. Navega em nossas páginas. Conhecer a nossa comunidade.Você será feliz que você fez!”

Para saber mais sobre homossexualidade à luz dos ensinamentos da igreja, por favor, explore os recursos a seguir. Lembre-se, a igreja é modelada depois de Cristo, e obras para compartilhar a verdade e espalhar amor em todo o mundo a cada ser humano. Mas deve demorar para entender por que a Igreja ensina que o que ela faz. Só então podemos abraçar a verdade e viver de acordo com isso.

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

Por que a Igreja Católica acredita no purgatório?

A crença da Igreja Católica na existência do purgatório é fato bíblico!
Em primeiro lugar, é importante entender o que a Igreja crê que é o purgatório. O catecismo descreve o Purgatório como esta: “todos os que morrem na graça e amizade de Deus, mas ainda imperfeitamente purificados, estão de fato assegurados de sua salvação eterna; Mas após a morte passam a purificação, a fim de alcançar a santidade necessária para entrar a alegria do céu”(CCC 1030).

 

Note que a Igreja acredita que o Purgatório não é um estado eterno, mas sim um estado de purificação antes de entrar na vida eterna com Deus no céu.

 

As Escrituras nos ensinam que nada de impuro pode entrar no céu (Apocalipse 21:27). As Escrituras também descreve um lugar onde um homem vai e sofre a perda, mas é ainda salvou, mas só com fogo (1 Coríntios 03:13-15). O purgatório é neste lugar que purifica-nos de qualquer impureza que nós temos quando nós morremos, permitindo-nos entrar na presença de Deus sem mancha do pecado.

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

Por que não-católicos não podem receber a sagrada comunhão na Igreja Católica?

Os católicos crêem na presença Real de Jesus na Eucaristia, significando que o que parece ser pão e vinho é realmente corpo e sangue de Jesus — não apenas um símbolo de seu corpo e sangue. Quando os católicos recebem a sagrada comunhão, é uma expressão da unidade entre todos aqueles que, em comunhão com a Igreja Católica em todo o mundo, que mantêm a crença na Real presença eucarística de Cristo. Portanto, somente aqueles que crêem na verdade presença podem participar deste sacramento da unidade com Cristo e sua igreja. “… [T] celebração o sacrifício eucarístico é totalmente voltada para a União íntima dos fiéis com Cristo através da comunhão “(CCC 1382).

 

Em última análise, os católicos crêem que não pode celebrar este sacramento unificadora com outros cristãos enquanto existem divergências sobre a Eucaristia em si. No entanto, os católicos rezam para o dia quando podemos reconciliar-se com outros cristãos e compartilhar a unidade do povo de Deus através da Sagrada Eucaristia.

 

A Conferência dos bispos católicos dos Estados Unidos manifesta esse desejo de unidade:

 

“Rezamos para que nosso batismo comum e a ação do Espírito Santo esta Eucaristia serão desenhar nos aproxima um ao outro e começam a dissipar as divisões tristes que nos separaram. Oramos para que estas irão diminuir e finalmente desaparecer, em consonância com a oração de Cristo por nós ‘que eles todos sejam um’ “(John 17:21).
Texto traduzido de forma automatizada caso haja erros.

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

Por que a Igreja Católica acredita que Cristo está realmente presente na Eucaristia?

A doutrina católica da presença Real é a crença de que Jesus Cristo é, literalmente, não simbolicamente, presente na Sagrada Eucaristia — corpo, sangue, alma e divindade. Os católicos crêem na presença Real de Cristo na Eucaristia, porque Jesus nos diz que isto é verdade na Bíblia:
“Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram. Este é o pão que desce do céu, que um homem pode comer e não morrer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; Se qualquer um come deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne. Os judeus então disputada entre si, dizendo: ‘Como pode este homem nos dar sua carne a comer?’ Então Jesus disse-lhes: “verdadeiramente, verdadeiramente, eu digo a você, se não comerdes a carne do filho do homem e bebe seu sangue, não tereis vida em vós; Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e ele vai levantar no último dia. Para a minha carne é comida com efeito, e meu sangue é bebida de fato. Quem come a minha carne e bebe meu sangue permanece em mim e eu nele”(John 06:48-56).

 

Além disso, os pais de igreja adiantados ou implicam ou diretamente do estado que o pão e o vinho oferecidos na celebração da ceia do senhor é realmente o corpo e o sangue de Jesus Cristo. Em outras palavras, a doutrina da presença Real que os católicos crêem hoje foi acredita pelos primeiros cristãos 2.000 anos atrás!

 

Este milagre da presença física de Deus para nós em todas as missas é o testemunho mais verdadeiro o amor de Cristo por nós e seu desejo para cada um de nós ter um relacionamento pessoal com ele.

 

Mais das escrituras sobre a presença Real de Cristo na Eucaristia
“A menos que você coma a carne do filho do homem e bebe seu sangue”

 

• (John 06:53-56 RSV) Então Jesus disse-lhes, “verdadeiramente, verdadeiramente, eu digo a você, se não comerdes a carne do filho do homem e bebe seu sangue, não tereis vida em vós; {54} ele quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e ele vai levantar no último dia. {55} Para minha carne é comida mesmo, e meu sangue é bebida de fato. {56} Ele quem come a minha carne e bebe meu sangue permanece em mim e eu nele.

 

• No idioma aramaico que nosso Senhor falou, simbolicamente “comer carne” ou “beber o sangue” de alguém para perseguir ou agredimos. Consulte o seguinte… (Psa 27:2 KJV) Quando os ímpios, nem meus adversários e meus inimigos, vieram até mim para devorar minha carne, Eles tropeçaram e caíram.

 

• (09:18-20 De Isa RSV) pela maldade queima como o fogo, que consome sarças e espinhos; Ele desperta os arvoredos da floresta, e eles rolam para cima em uma coluna de fumaça. {19} Através a ira do Senhor dos exércitos, que a terra está queimada e as pessoas são como combustível para o fogo; nenhum homem não poupa o irmão dele. {20} Arrebatar a direita, mas ainda está com fome, e eles devoram a esquerda, mas não são satisfeitos; cada um devora a carne do seu vizinho,

 

• (Isa 49:26 RSV) vou fazer seus opressores coma sua própria carne, e eles devem estar bêbados com o próprio sangue como com vinho. Em seguida, toda a carne saberá que eu sou o senhor, seu Salvador e o teu Redentor, o poderoso um de Jacó.”

 

• (Miquéias 3:3 RSV) quem comer a carne do meu povo e esfolar sua pele off-los, quebrar seus ossos em pedaços e cortá-las como carne em uma chaleira, como carne em um caldeirão.

 

• (2 Sam 23:17 RSV) “longe seja de mim, Ó Senhor, que eu deveria fazer isso. Eu beberei o sangue dos homens que foi correndo o risco de suas vidas?” Portanto, ele não beberia. Essas coisas que os três homens poderosos.

 

• (Ap 17:6 RSV) e vi a mulher embriagada com o sangue dos Santos e o sangue dos mártires de Jesus. Quando eu vi ela eu se maravilhou grandemente.

 

• (17:16 NVI) a besta e os dez chifres que viste odiarão a prostituta. Eles vão levá-la à ruína e deixá-la nua; Eles vão comer sua carne e queimá-la com o fogo.

 

Assim, se Jesus estavam apenas falando simbolicamente comer sua carne e beber seu sangue, como dizem os protestantes, então o que ele realmente queria dizer era “quem persegue e assalta-me terão a vida eterna” — o que, claro, faz disparates da passagem!

 

Pão e vinho não são símbolos normais ou naturais de carne e osso. Para chamar um homem uma “raposa” é um símbolo compreensível por esperteza. Para chamar um homem de “pão” não é um símbolo compreensível, sem uma explicação. Os símbolos teria sido claramente explicados (que não é o caso), ou Jesus falou literalmente (que é o caso!).
Texto traduzido de forma automatizada caso haja erros.

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

MASS MEDIA INFLUENCE!

MORTALLY SINFUL MEDIA!

Know also this, that, in the last days, shall come dangerous times. Men shall be lovers of themselves, covetous, haughty, proud, blasphemers, disobedient to parents, ungrateful, wicked, without affection, without peace, slanderers, incontinent, unmerciful, without kindness, Traitors, stubborn, puffed up, and lovers of pleasures more than of God: Having an appearance indeed of godliness, but denying the power thereof. Now these avoid.” (2 Timothy 3:1-5)

Most people of this generation, even those who profess themselves Christian, are so fallen away in morals that even the debauched people who lived a hundred years ago would be ashamed of the many things people today enjoy. And this is exactly what the devil had planned from the start, to step by step lowering the standard of morality in the world through the media until, in fact, one cannot escape to sin mortally by watching it with the intention of enjoying oneself. Yes to watch ungodly media only for enjoyment or pleasure or for to waste time (which could be used for God), as most people do, is mortally sinful.

54 years ago (1956), Elvis Presley had to be filmed above the waist up on a tv-show because of a hip-swiveling movement. Not that it was an acceptable performance, everything tending to sexuality is an abomination, but still it serves to prove how much the decline has come since then, when even the secular press deemed inappropriate what today would be looked upon as nothing. But even at that time, in major Hollywood films like The Ten Commandments, could be seen both women and men that are incredibly immodestly dressed. The fall and decline of morals have been in progress ever since the invention of motion picture. God allowed this deceit to be invented because of people’s sins, especially for sins of the flesh. The media have such power that it preconditions peoples mind in such a way – since people look at TV as reality – that what was shameful yesterday will be the norm today! So if the media shows immodesty as norm, norm it will become!

TV-SERIES, FILMS, CARTOONS

We already know that almost everything on television will have the most abominable impurities and abominations presented in them so that a parent should be appalled by it and refuse his children to even take part of it, but this, sadly, is not the case for most. You will be amazed at how far this goes. Even children cartoons which one could think was acceptable and modest, is far from acceptable or modest but even many times worse then the general media broadcasted for older viewers, which will be dealt with shortly.

Firstly, you will almost always see fornication and adultery or other sexual impurities and sins of the flesh presented throughout the godless media as the norm to live, along with a rejection of the traditional way that people lived in before the beginning of 19thcentury. The sexual suggestions and perversions are endless in these shows. To sit and watch such shows or to allow your children to watch such shows is not only insanity but a clear mortal sin.

Secondly, there is a comedic part on almost every show which seems to hold no sin, but when examined closely will be revealed for what it really is. For gloating (also called disability humor) which is a most abominable and uncharitable sin will most certainly be impossible to escape if you watch TV-series! This odious sin of gloating prevails in every kind of media such as cartoons, films and shows, where people are beating each other or laughing at the different calamities or stupidities that another person will experience. Think about how evil this is: to laugh at another person’s calamity or sorrow! Yet, you cannot escape seeing this when you watch TV! Do to others as you would have them do to you, was one of the commandments of our Lord! (Matthew 7:12) – You would not want someone laughing or making fun of your calamities and miss-happenings, yet we laugh and approve it when sad things happen to others? Then we have the constant jokes about the Christian religion with countless of derogatory words uttered in a most blasphemous spirit by the media when it tries to depict how utterly stupid, foolish, and out of date it is to be a firm Bible believing Christian. The constant ridicule and mockery of God and the Christian religion should be sufficient cause for rejecting this mortally sinful filth entirely! Again, you would not approve of a show that blasphemed you, a friend, child or wife, yet you watch shows making a mockery of God and religion which is worth infinitely more than weak human beings?

Thirdly, we have the specifically evil sin of immodest clothing and make-up which every show holds as law to be followed, and there is no exception in cartoons for children. Most women-characters are half dressed or half naked in these cartoons showing off their whole body in a sexually suggestive way. This, in fact, is what the devil wants, for he preconditions children’s sexuality to grow at a young age. The little mermaid for example, the main character in the Disney movie called “The Little Mermaid”, is completely naked from the waist up except for a small covering of sea shells over her breasts which is outrageous to say the least! Sadly, this is how most characters dress! The woman-character in Aladdin the movie is immodestly dressed showing most parts of her body. She even sexually seduces one of the males in a scene for whatever reason, and this is what our kids are watching and learning, from Satan himself! If you have allowed your children to watch such things, you should be ashamed of yourself!

There is a perfect reason why young children become sexually active at a young age. Young children watching such films and shows imitates the behavior, movements and way of acting by the characters; for example: the eye-rollings, the seducing of men or of women, the hip-swirlings and the seducing way of moving the body and the seducing way of walking, etc.

Tinker bell, a character featured in many Disney shows, is considered to be one of the most important branding icons of Disney, (according to Wikipedia sources).

“Tinker Bell is illustrated as a young (sexy), blonde haired, big blue eyed, white female, with an exaggerated hour-glass (model-shaped) figure. She is clad in a short lime-green (ultra revealing miniskirt) dress with a rigid trim, and green slippers with white puffs. She is trailed by small amounts of pixie dust when she moves, and this dust can help humans fly if they ‘believe’ it will (more of the magic fairy tale crap and ‘belief’ in the occult, all for our children to watch). Some critics have complained that Tinker Bell is too sexually suggestive.” (And this is supposed to be a character for children movies. Outrageous to say the least, even the secular world agrees!)

These are just some of the examples I can come to think of, and my knowledge about children shows is very limited. One with more knowledge could easily fill a number of volumes on the same subject.

The sin of immodest clothing and make-up brings up innumerable impure and lustful thoughts, which is just what the devil wants when he incites people to commit these sins of immodest clothing and painting the face with makeup, as only harlots and heathens did until recently when “Catholics” started to follow this trend. Those who do these things, do them for the sole reason of making others lust at them, or for to make themselves seem more attractive to others. This is sinful to say the least and very displeasing to God.

Billions of souls are burning now as we speak in the excruciating fire of hell since they were tempted to sexual impurities in their thoughts by the media they watched! Will you follow them or let your children follow them and be the cause of your greater sorrow, when on top of being condemned, you must endure to be tormented forevermore by your own child? Absolute madness! You must hinder your child to use makeup and immodest clothing at any cost! You can only hope to save yourself from hell if you do everything in your power to prevent your children going there. Are you? If they refuse to obey you, throw them out! If they are youngsters, why then don’t they obey you? There is a perfect reason why sacred scripture commands chastisement in the education of our children!

“He that loveth his son, frequently chastiseth him, that he may rejoice in his latter end… Give thy son his way, and he shall make thee afraid: play with him, and he shall make thee sorrowful. Laugh not with him, lest thou have sorrow, and at the last thy teeth be set on edge. Give him not liberty in his youth, and wink not at his devices. Bow down his neck while he is young, and beat his sides while he is a child, lest he grow stubborn, and regard thee not, and so be a sorrow of heart to thee. Instruct thy son, and labour about him, lest his lewd behaviour be an offence to thee.” (Ecclesiasticus 30:1-13)

Don’t be fooled by the world. You do no sin whatsoever before God if you chastise your children in the education of righteousness. The world, or in truth, Satan, who rule this world, has made laws that says chastisement of children are wrong. This is one of many reasons he has succeeded to achieve a downfall of society! Remember that rebellious and ungodly children were one of the end times prophecies that the Bible mentioned. (2 Timothy 3:1-5)

Fourthly, there is the abominable and mortal sin of blasphemy which is uttered in almost every TV- show, even going so far as to exchange the name of God, Jesus or Christ for curse words. A few hundred years ago, people would have been horrified to commit this sin since it was then rightly punished by execution. But now, people commit this sin constantly and without fear, without anyone raising an eyebrow. Yet, when death comes, all blasphemers will open their eyes and find that they are in a sea of fire to burn and be tormented for all eternity. If you watch things which contain blasphemy, which would be almost every film or show in this age, then you are literally sick and despicable and Hell will be long for you unless you repent immediately and resolve to never do so again. Death will come and grab you whether you like it or not.

Fifthly, there is the universal acceptance of false religions, magic and occultism which was rightly punishable by death earlier in our history but which now is norm in the media. You will see the horrible sin of magic and occultism in every kind of TV-show; for example, in animated cartoons it’s almost ‘always’ the norm; it is also a frequent occurrence on other shows broadcasted for the general public such as Buffy the vampire slayer, Charmed, Sabrina the Teenage Witch, etc! Many famous comedies are also making this evil filth seem fun and acceptable. But then again, the norm of comedian shows is to make fun of things that are abominable and sinful. A person cannot watch comedy-shows without being guilty of grave sin, for how can a person take delight and laugh about things which displease God?

Just to show you how far the sin of idolatry, magic, new age and occultism have come in the media, the following will be presented about the major blockbuster movie hit, Avatar.

This article will prove that a person watching media will be forced to agree or disagree with a number of events that unfolds throughout the storyline, and every time a person agrees with or fails to disagree with that which is against God, he in fact commits a grave sin. This is what makes the watching of media so deadly. People nowadays don’t fathom the severity of this crime but it is easily understood to be a most evil crime when one realizes that God will judge our every thought as a deed.

“James Cameron’s, Avatar, is a movie where worshipping a tree and communing with spirits are not only acceptable; they are attractive. Avatar is also markedly pantheistic and essentially, the gospel according to James Cameron. This pantheistic theme that equates God with the forces and laws of the universe is outwardly depicted by the heroes and heroine in the movie who all worship Eywa, the “All Mother” Goddess, who is described as “a network of energy” that “flows through all living things.”

Overall, the movie is strewn with ritualistic magic, communion with spirits, shamanism, and blatant idolatry as it conditions the audience to believe these pagan occult lies. In addition, the audience is led to sympathize with the Avatar and even ends up pulling for him as he is initiated into pagan rituals. Even the lead scientist becomes a pagan in the end, proclaiming that she is “with Eywa, she’s real,” and goes to be with her upon her death.”

People nowadays don’t fathom the severity of this crime of magic, idolatry and paganism but it is easily understood to be a most evil crime when one realizes that magicians and occultists are communing with the devil when they do their magical rituals or offerings, whether it be worshipping a tree or stone, or something made by human hand. We are constantly being bombarded throughout the media to accept, magic, paganism, spiritualism, occultists, etc, in other words, false religions, which clearly shows that Satan is involved here.

Psalms 95:5- “For all the gods of the Gentiles are devils…”

1 Cor. 10:20- “But the things which the heathens sacrifice, they sacrifice to devils, and not to God. And I would not that you should be made partakers with devils.”

If someone were to make a show that presented child perversion paedophilia as a good and normal thing to do, everyone would be appalled, but now the worldly media present the communing with demons as something good and allowable and no one raises an eyebrow. To watch such filth is mortally sinful and your torment in hell will be eternal if you watch such things or allow your children to watch such things.

Sixthly, there is the most evil sin of greed and love of possessions which is showed universally on TV as something good and praiseworthy to follow. You will see the most extravagant displays of worldly excesses! This is abominable first off, since every kind of excess is an affront against the many poor people who don’t have enough money to even feed themselves with, and secondly since it tempts people to seek these useless and unnecessary things such as expensive cars, houses, and golden necklaces etc… instead of being content with food, clothing and shelter as the Apostle tells us to be. If God judges even every thought that you will have, how much more will He not judge deeds which is what watching ungodly media is!

It should also be understood that media gives the person who watches it a drug-like experience, an experience of false and unholy fire. The most dangerous effect from media is the dream state it puts a person into. After watching something worldly which made an impression, this is what will occupy your mind and your feelings for most part of the day or even weeks to come. From the blockbuster movie Avatar, this demonstration can be seen clearer. A news article published in the Economic Times reads as following:

‘Avatar’ driving us to suicide, say fans

LOS ANGELES: ‘Avatar’ may have enthralled worldwide audiences with its imagery of an utopian alien world but movie-goers have complained of depression and even suicidal thoughts after watching the sci-fi hit.

Fans of James Cameron’s 3D magnum opus are seemingly finding it hard to separate fact from fiction and Internet forums have been flooded with posts by movie-goers plagued with suicidal thoughts about not being able to visit the planet Pandora, reported CNN online. North American fan site ‘Avatar Forums’ has received 2,000 posts under a thread entitled ‘Ways to cope with the depression of the dream of Pandora being intangible’.

Forum administrator Philippe Baghdassarian said, “The movie was so beautiful and it showed something we don’t have here on earth. I think people saw we could be living in a completely different world and that caused them to be depressed.”

Forum user ‘Okoi’ writes, “After I watched ‘Avatar’ at the first time, I truly felt depressed as I ‘wake’ up in this world again.”

It should be understood that this depression arise from a lack of faith in God. The world they really long for is not a fairy tale dream world as depicted in the movie Avatar, but in fact the realm of Heaven and the eternal vision of God – for this is where all humanity were destined to come to had they abstained from sinning and loving the world through their five senses. No one can be happy without God, for God is happiness. Depression arises from a guilty conscience when a person refuses to do what he should to achieve salvation and the eternal vision of God. Satan is exchanging a longing of the real Heaven in people’s minds for a longing of fairy-tale-dreams in the media. Saddening to say the least!

A Christian should be spending his time on growing in his faith by praying, reading, and other good works, but most people do instead the contrary, and wastes most of their time on useless tales and fables, which will occupy their minds instead of God. That is why evil media leads countless souls to eternal damnation and the torments of hell. And this is also a clear fulfillment of end times prophecies, which said many would turn from God unto fables and fairy tales. Are you one of those prophesied about?

“For there shall be a time, when they will not endure sound doctrine; but, according to their own desires, they will heap to themselves teachers, having itching ears: And will indeed turn away their hearing from the truth, but will be turned unto fables.” (2 Timothy 4:3-4)

This prophecy also predicted the false theory of evolution which a Christian, of course, cannot believe in since it contradicts the biblical story of creation, with death entering into the world first after sin.

CARTOONS

The second greatest evil after the sexuality and immodesty in children’s shows is the constant bullying and fun making of the weaker characters, and the violence in both magazines, shows, films (and video games of course). Even the secular press acknowledges that children’s shows oftentimes are more violent than other programs broadcasted for the general public! This article below was taken from the Daily Mail and clearly proves this point further.

“High levels of violence in cartoons such as Scooby-Doo can make children more aggressive, researchers claimed yesterday. They found that animated shows aimed at youngsters often have more brutality than programs broadcast for general audiences. And they said children copied and identified with fantasy characters just as much as they would with screen actors.

The study also found that youngsters tended to mimic the negative behaviour they saw on TV such as rumour-spreading, gossiping and eye-rolling. The U.S. psychologists quizzed 95 girls aged ten and 11 about their favourite TV shows, rating them for violent content and verbal and indirect aggression. The shows included Lost, Buffy the Vampire Slayer, American Idol, Scooby-Doo and Pokemon.

The researchers found that output aimed at children as young as seven, which included a number of cartoons, had the highest levels of violence. They recorded 26 acts of aggression an hour compared with just five in shows aimed at general audiences and nine in programmes deemed unsuitable for under-14s. ‘Results indicated that there are higher levels of physical aggression in children’s programmes than in programmes for general audiences,’ the study said.”

The following story was taken from a Chinese newspaper further proving the point on how bullying, rebellion, disobedience, etc. is taught to children through anime/cartoons/magazines.

Educators Worry About Influence of Cartoons on Children

“Like many other eight-year-olds, Liu Yimin’s favorite heroes aren’t great scientists, or the national soccer team, or popular Chinese icons like Lei Feng. (According to the worldly norm, one should idolize weak human beings.)

His heroes are two Japanese animated characters who defy their parents and teachers. Local educators are worried and say that some of characters may be a bad influence on youngsters.

Xin San, an arrogant kindergarten student, bullies the weak, battles the strong, and constantly lusts after women – lots of women.

“I think the content of these shows is too mature for children,” said Zhang Jinlian, director of the Shanghai Children and Juvenile Psychological Guidance Center. She said many students like to imitate the actions of these cartoon kids, causing trouble in the classroom and at home. Zhang would like to see steps taken to prevent children from reading books and watching videos and VCDs about Xin San, but the cartoon kid is just too popular to be avoided.

But today’s kids don’t want to be instructed, they want innovative cartoons with characters who are rebellious, Xu pointed out. Sales of books and VCDs of the two cartoon series, plus viewer ship levels of the “Chibi Maruko Chan” on Shanghai TV prove that rebellion is very popular with local youngsters.

Unfortunately, children are picking up those rebellious attitudes. Zhang said that many children now bully their parents into buying them a new toy – a trick that they picked up from Chibi Maruko Chan (undoubtedly they also bully their weaker classmates as they have been taught). Even worse, she said, some young boys lustfully gaze at their girl classmates.”

A while ago, when the Catholic Church had a great impact on morality in the Christian society, people looked up to and adored our divine savior Jesus Christ, the blessed Virgin Mary, and the fame and virtues of the Saints. Every Catholic child had a patron Saint of his choosing to look up to and follow. What better examples in virtues and good manners can there possibly be?

Satan has in fact exchanged an adoration of God for man through the media. This is why children nowadays look up to actors, artists, heroes or characters mainly found in media. What child today would not want to be as Superman, Spiderman or any other Superhero, who is depicted in the media as invincible, adored, and beloved by all? Why are both grownups and children nowadays so prideful and violent, unloving, disobedient, lustful and arrogant, etc., if not because we through media have been conditioned to act and behave in this way? With the devil as an example through his debauched actors and animated characters, it will always end badly.

With holy examples, such as of our Savior himself and of the Saints, virtues such as humility, patience, charity and love flourish and is found. Therefore, learn to educate your children in the knowledge of Christ and of His Saints, give them Catholic books about Saints so that they can learn about virtues, and good Catholic films about the Saints. You can find a lot of different Catholic books from Saints at this site below, and more is added frequently!

http://www.catholic-saints.net/

You cannot allow your children to watch anything unless you are 100% certain that the film, show or audio, they are viewing, have nothing in it that are against God’s law. Unless you keep this standard, you will have your children tormenting you for all eternity in hell since you allowed evil influences and sins to effect them at an early age. You are responsible for their spiritual well being as long as they live under your roof. This, of course, should make every parent very nervous. For if you had a real live tiger in your bedroom, you would never allow your child in there since the animal could kill them and eat them. The TV or media is far more dangerous than a tiger ever will be since it kills the immortal soul of your precious child! Yet, most people allow their children to watch TV without any supervision. If you say that you cannot supervise their viewing of media, then throw out the TV and other media appliances that they use to access sinful things or prepare yourself to suffer the eternal consequences in the fire of Hell for your actions!

NOW A FURTHER EXAMINATION WILL BE MADE ON THE DIFFERENT KINDS OF PROGRAMS THAT ARE PRESENTED THROUGHOUT THE MEDIA.

Now, you might ask: “So are you forbidding all media as wrong and sinful to watch?” The answer is no. Not all media is bad, but almost everything on television is however. You might have to watch less at what the box has to offer for you. There are for example numerous great religious films and series which is totally acceptable and good for the Spirit to watch (even though, in many films, especially newer ones, there will be immodest scenes or scenes of impurity. A Christian must not look on films or series which they know have bad scenes that can tempt them). Religious films are the best since they direct your mind toward spiritual things and God, which cannot be said of worldly films. When I am talking about Religious films, I am not referring to these worldly films disguised as religious films, which really has nothing at all to do about spirituality but really about the world, for example, stories about a man falling in love with a woman or a woman falling in love with a man, or other worldly motives, with jokes, much vain talk, etc. This is complete and utter nonsense and serves nothing at all for the edifying of soul, mind or body, and should be totally avoided as the trash it really is!

Most documentaries for example, (regarding on what documentaries you watch) can be watched even if most of them aren’t good or edifying to the soul. Documentaries on prophecies, end times or doomsday, is acceptable since it draws your mind toward the end, death and coming judgment. Documentaries on animals, nature, space, etc. are in themselves not evil or sinful or contrary to God, and can be watched. However, they will many times be the beginning of great evil and sin. Whatever you watch or listen to, it is always a danger if you get too attached to it and allow too much time to be spent on it every day. As a rule, if you cannot stand a single day without visual and audible media, (television and music) this is a clear sign that you are addicted to media. So if you must watch something and if you can’t abstain, you need to learn to watch programs that are not against God or Christian morals. But, the danger still of watching these are the same as with other bad shows since they will direct your mind toward worldly things, but at least it draws your mind towards God’s creation which one may contemplate and draw fruit from, which cannot be said of fables and fairy-tale, pro-evolution anti-God films.

People however, that always prioritize worldly activities before spiritual ones will most assuredly lose their souls. A person must be able to make a resolution to leave worldly activities for hours per day and offer up those hours for God in solitude by praying and reading his words. Many people have time, but they spend it badly and chose to watch media or doing other fruitless works of damnation.

You would be a Saint if you had the same desire and longing for God as you have for worldly things. You can only receive a desire, love and longing for God as you have for worldly things when He is whom you desire and strive for above all other things. This will not happen as long as you are over-attached to worldly things. You must also be able – or at least have a desire to be able to – to come to the point were you want to give up watching media completely. For if a person doesn’t even desire the better part, how then can he grow? God is the better and best part!

All films and series that leads your mind toward fantasies and fables such as Lord of the rings, Heroes, Smallville, Avatar, etc, even if we were to say, for the sake of argument, that they have nothing in them against God (which is not true), should still be avoided, since they direct our minds from God, from the natural world we live in, toward fantasies and all kinds of thoughts referring thereto. This is the main cause for it being so dangerous and the reason why so many persons watching these shows have unwholesome unrealistic desires or depressions. For a person that spends much time on finding God, will evidently dream and long much for God and come close to Him. In contrast, a person that spends much time on the world, is far from God and dead before God!

Now you might ask: “May I then watch other worldly films or series if the story is fixed on realistic things or the creation of God?” The answer to this question is that it depends on what movie or show you want to watch. I would say that one can watch movies and series about the end of the world, the afterlife and the paranormal, etc, since it leads your mind toward the judgment and the death of the body to come which is a good thing. From this can be understood that it depends on what fruit can be drawn out from it to begin with. “Every tree therefore that bringeth not forth good fruit, shall be cut down and cast into the fire.” (Luke 3:9)

You will without a doubt bring forth bad fruit if you spend much time on bad things. So if the film or show is about worldly and vain things, then one should not watch such shows since the fruit thereof is empty and vain. This point can be further proved from sacred scripture.

Beware lest any man cheat you by philosophy, and vain deceit; according to the tradition of men, according to the elements of the world, and not according to Christ…” (Colossians 2:8)

This pretty much rules out all the films, shows and series (anime series and video games as well) that has ever been made in the entire world.

News in itself isn’t evil or contrary to God or morals, but most newspapers today have totally unacceptable pictures which make them extremely unsuitable to read. To read newspapers which you know will contain many unchaste, immodest and sexual pictures and useless stories about sex, etc., is complete idiocy and will lead to sins of the flesh if you cannot guard yourself. We advice you to never watch news on television or the like since it is so filled with sins that it is almost impossible to watch without seeing things that will injure your virtue like immodesty, make-up, blasphemy, gloating, lust, adultery etc… continuing in infinity. However, to watch news daily is hardly necessary and St. Alphonsus clearly rebukes people for this in his most excellent work, The True Spouse of Christ:

“St. Dorotheus says: “Beware of too much speaking, for it banishes from the soul holy thoughts and recollection with God.” Speaking of religious that cannot abstain from inquiring after worldly news, St. Joseph Calasanctius said: “The curious religious shows that he has forgotten himself.” It is certain that he who speaks too much with men converses but little with God, for the Lord says: I will lead her into the wilderness, and I will speak to her heart. If, then, the soul wishes that God speak to its heart, it must seek after solitude; but this solitude will never be found by religious who do not love silence.” If,” said the Venerable Margaret of the Cross, “we remain silent, we shall find solitude.” And how will the Lord ever condescend to speak to the religious, who, by seeking after the conversation of creatures, shows that the conversation of God is not sufficient to make her happy? Hence, for a nun that delights in receiving visits and letters, in reading the newspapers, and in speaking frequently of the things of the world, it is impossible to be a good religious. Every time that she unnecessarily holds intercourse with seculars, she will suffer a diminution of fervor.”

You might ask: “Could not this way of viewing media then be applied to all shows?” The answer is no! Most shows are evil in themselves whether or not you fix your eyes on bad scenes. And the objects of discussion on those shows are often the cause of it being sinful, for it is vain, foolish or against God. News on the other hand is not unless you deliberately choose to delve in bad news or shows, such as celebrity news or celebrity shows such as ‘Idol’ and the like which is mortally sinful and complete and utter foolishness to watch and take delight in. For it is idol making of weak human beings. It’s truly sickening to behold how people worship worldly fame along with sinful and weak human beings!

I will not make much mention of films or shows like Prison break, Heroes, 24, Matrix, Terminator, 300, X-men, Transformers, Spiderman and the like, etc. For there should be no need of explanation about these shows. They are all against God, they are all based on breaking God’s commandments and doing evil or violence, or enjoying others doing evil or violence. Whether or not the world or you claim it’s about good vs evil doesn’t matter, for these shows in themselves are totally fruitless, often extremely violent, condoning crimes and sins, and often compels the viewer to agree or disagree with the actions of the characters, which more then often are more bad actions then ‘good’ if it is even possible to call them good. Every time you agree with or fail to disagree with something which obviously is against God, you committed sin!When you watch films or shows for pleasure which have the characters doing crimes and sins, you do in fact agree with them by your continual deed of watching and by your failure in renouncing it in the very same way a politician that is speaking against abortion would be a pro-abortionist when continually voting for allowing abortion. Thus, you are in fact in favor of evil by not denouncing and renouncing it completely!

Ask yourself, is it fitting for a child of God to take delight in such nonsense? Would God approve of these evil shows? Watching shows like this will only serve to stir you up towards wanting to watch more worldly and ungodly shows. Shows with much violence, superpowers, magic and fighting are the most dangerous since they excite our flesh and body in a false sensation or thrill exceedingly much. A person who does not cut this off from himself will lose his soul!

There are so much blasphemy, adultery, lust, pride, vanity, immodest clothing, idol-making of mortal human beings, greed, gluttony and sinful deeds and speech among countless other sins in today’s media, that it is a real abomination and sickening to behold! It is in fact a real and eternal spiritual slaughter of billions of people – which is far more horrifying and lamentable than any physical slaughter will ever be – which we observe happening in real time without anyone lifting an eyebrow! However, their laughter will turn into an eternal sorrow after the very moment their death will come! Then every word of mockery and blasphemy will have its special torment in hell for all eternity to come. Learn to meditate on Hell daily and you will not hesitate one second to quit watching evil and ungodly media!

VIDEO GAMES

Almost every kind of game that exists in our sad time has numerous mortally sinful things in them which make them impossible to play without going to hell. The younger generation especially, but also older people, is so perverted and drugged by these new games that they seem to live for nothing else!

Firstly, there are the countless games who have a person going around killing or hurting other humans or creatures for fun; for example, Counter-Strike, Halo, Grand Theft Auto, Starcraft, Modern Warfare, Gears of Wars, Tekken, etc. To play such a game is not only sick but abominable. Think about it: to play a game for fun or pleasure which is constituted of the murder or hurt of another being!

God solemnly declares that he will judge our every thought, how much more then will he judge our deeds? When we in our mind take delight and enjoy killing or hurting other beings, God takes this as an act in the very same way as he judges us as murderers if we hate our brother, or, as an adulterer if we look at a woman with lust in our heart. What then will God judge you to be when you in your heart love abominable things?

Secondly, there is the constant danger of hate, uncontrollable wrath, and pride in games when it doesn’t go as people would like it to go, and this is more true when playing games online. For when people think of themselves that they are good in the game they play, they are puffed up and deceived into thinking that this victory in a worthless game actually makes them someone. This is truly pathetic! But if someone then beats them, their pride and arrogance gets hurt, and they get mad, angry and wroth. Who have not had experience of this in online-gaming? Sure, these things happen on single player games as well but it isn’t as common. Online games are by far the worst and sinful of all the games, since they not only affects you, but the others you play with as well. Do you understand now why online games are the most dangerous of all the games? Do you realize now that every person you have affected by your gaming will demand just vengeance over you, unless you blot these sins out by penance, repentance and confession? Giving others a bad example and being the cause or accessory of another person’s damnation is the worst of all the sins one can be guilty of in this life. Every single thought, word, and deed will be carefully judged and avenged the moment you die. You cannot hide from death.

Thirdly, there are countless of games who try to display magic and the occult as not only acceptable but even good and praiseworthy; for example, World of Warcraft, Diablo, Oblivion, etc. Yes in those games, one is even awarded by magic and occult themes for murdering or hurting the opponent. Eternal Hell will be the home of all you who plays such games, for they are all against God, they are all based on breaking God’s commandments and doing evil and violence, or enjoying others doing evil and violence. Whether or not you or the world say its good vs evil, or whether it be humans or monsters you are murdering or hurting, does not change the fact that the games in themselves are totally evil and fruitless, often extremely violent, and as with movies, often compels the player to take actions, agree or disagree with occurrences, which in godly terms are unacceptable and abominable. Playing these games will only serve to stir you up towards wanting to play more. Games with much violence and fighting, or with the ability of sinning in pride by show-offs, or with much usage of magic-powers of the occult, or with the ability to achieve personal fame in a fantasy land, or the show-off with skills, as with online-games, are all the most dangerous since they serve to stir up the flesh and body the most in a false and unholy fire of pleasure and thrill. A person that doesn’t cut this off from himself will in fact lose his soul!

PRO-SPORTS

Pro-sports may seem to have no sin in it, but countless of mortal sins will be exposed when one examines it carefully:

First, almost every kind of pro-sports supports the mortal sin of gambling, and it is just a fact that these teams or players get a large portion of their pay-check from gambling. Pro-sports is in fact one of the biggest, if not the biggest generator of the mortal sin of gambling, which has destroyed countless of families and lead millions of poor souls to despair, suicide and hell. Thus, those who watch these games, watch people who are getting paid for supporting and making the mortal sin of gambling exist. To enjoy the eternal soul killing of other human beings is a clear cut mortal sin.

Second, almost every kind of pro-sport is played on Sundays which is a clear mortal sin since it is a work for these players and they get a pay-check from it. Therefore, they are breaking one of God’s Ten Commandments, and there is no excuse for such things. It is a clear mortal sin to enjoy someone committing mortal sin.

Third, as we can see from the Book of the Machabees, the Jewish people neglected the divine worship in order to attend to different sport festivities at the arena. This is now prophetically fulfilled in many people who call themselves Catholic. For instead of praying the Rosary, reading the word of God and playing with and educating their children in good Christian morals as the Sunday is intended for, they watch these sinful games while placing their children in front of another TV set, neglecting their spiritual well being. Many saints teach that sports in of itself is no sin – which it of course isn’t – but when it becomes too serious and more than a fun game between friends or when one take too much delight in it or makes too big thing of that which has no value, then they unanimously teach that it becomes sinful.

St. Francis de Sales- “Sports, plays, festivities, etc, are not in themselves evil, but rather indifferent matters, capable of being used for good or ill; but nevertheless they are dangerous, and it is still more dangerous to take great delight in them.”

St. Francis de Sales- “Walking, harmless games, music, instrumental or vocal, field sports, etc., are such entirely lawful recreations that they need no rules beyond those of ordinary discretion, which keep every thing within due limits of time, place, and degree. So again games of skill, which exercise and strengthen body or mind, such as tennis, rackets, running at the ring, chess, and the like, are in themselves both lawful and good. Only one must avoid excess, either in the time given to them, or the amount of interest they absorb; for if too much time be given up to such things, they cease to be a recreation and become an occupation; and so far from resting and restoring mind or body, they have precisely the contrary effect. After five or six hours spent over chess, one’s mind is spent and weary, and too long a time given to tennis results in physical exhaustion; or if people play for a high stake, they get anxious and discomposed, and such unimportant objects are unworthy of so much care and thought. But, above all, beware of setting your heart upon any of these things, for however lawful an amusement may be, it is wrong to give one’s heart up to it. Not that I would not have you take pleasure in what you are doing,—it were no recreation else,—but I would not have you engrossed by it, or become eager or over fond of any of these things.”

Fourthly, people are spending billions of dollars on something that is supposed to be a game of fun. They have made a worthless game which holds no significance whatsoever, to become something serious. Think about it. People say: This or that person runs so and so fast or won this or that game. And people think about it as though it is some kind of achievement worthy of praise, when it in fact is saddening and abominable since it leads souls to hell. It is grown people valuing a worthless game or sport as something that holds significance or value: it is truly pathetic. They waste their money and time on this filth when they could be trying to help souls that are falling daily to the eternal fire in hell.

“And so the human heart which is cumbered with useless, superfluous, dangerous clingings becomes incapacitated for that earnest following after God which is the true life of devotion. No one blames children for running after butterflies, because they are children, but is it not ridiculous and pitiful to see full-grown men eager about such worthless trifles as the worldly amusements before named, (SPORTS, balls, plays, festivities, pomps), which are likely to throw them off their balance and disturb their spiritual life.” (St. Francis de Sales, Introduction into the Devout Life)

Fifthly, most of the different athletes or players are very immodestly dressed in clothes that are absolutely abominable for God since they are tight and reveal so much flesh. Only a few hundred years ago, women would have been arrested and jailed for wearing the clothes that athletes or players wear now. To watch any game or sport that supports or condones the five reasons mentioned above is totally sinful and any honest person who has not refused to meditate on hell and who realizes that it is possible that he or she may go to hell will agree as long as he thinks about this issue in a rational and calm manner. Don’t allow your dependency on sports to trivialize clear cut mortal sins that are acted out in front of everyone. Repent before it is too late!

ON MUSIC

It is just a fact that all kinds of popular music are mortally sinful trash that is made by the Devil for the sole reason to drag your soul to an eternal hell fire. There will be countless of impure suggestions toward sin along with a rejection of any kind of morality and decency. Popular music praises sin, and oftentimes speak against God and morality. In short, it contains the same errors and sins that worldly media have, such as: immodest clothing, adultery, blasphemy, foul language and cursing, greed, fornication, make-up, vanity, gloating, magic, occultism, acceptance of false religions, idol-making of mortal humans etc… and are many times even worse. Popular songs that doesn’t praise the idolatry and worship of man is hard to find today, and its even harder today to find popular songs which does not praise or worship sin and worldliness as norm. But worse still are the music-videos. A person cannot even listen to these songs without grave sin, but how much more then does a person sin when watching these sinful music-videos with half naked women/men worshiping sin and the occult by deed and example? This is sadly what many of your children are watching daily on the TV you have given them! You must reject this evil music entirely and not accept this to be played in your home.

Not all music are bad or sinful, you can for example listen to religious music, instrumental music, classical music or other music in line with decency and morals. But the highest good is of course not to listen to music at all. Giving up one’s own will is always the highest good.

The best music which one may listen to is of course religious music, since it draws your mind and heart toward our Lord Jesus Christ, Mary, the joy of Heaven, etc.

The next best music which one may listen to is classical music and instrumental music where no singing is involved, for this will not affect your mind toward worldly things as worldly songs always otherwise do.

The worst kind of music one could listen to is music which sings about worldly affairs. A person that listens much to music should avoid listening to worldly songs, otherwise he or she will be drawn toward these worldly things and affairs which are sung about. It is also very necessary to test yourself if you are addicted to music in any way, even totally acceptable music. This is easily done by going a few days without music so that you can test if some withdrawal symptoms effect you. All addictions of earthly things are evil and effect the soul in a harmful way. Just because you don’t see or understand the effect doesn’t mean that it isn’t happening. Spiritual sloth and depression among other things are common attributes of an addiction to media or music.

The effects from the wrong kind of music, and secular songs are very dangerous. There are numerous quotes from the secular world that can be brought forth to prove this point.

“Music directly represents the passions of states of the soul-gentleness, anger, courage, temperance…if one listens to the wrong kind of music he will become the wrong kind of person…” (Quote from Aristotle)

Brain specialists, Dr. Richard Pellegrino declared that music has the uncanny power to “…trigger a flood of human emotions and images that have the ability to instantaneously produce very powerful changes in emotional states.” He went on to say: “Take it from a brain guy. In 25 years of working with the brain, I still cannot affect a person’s state of mind the way that one simple song can.”

Dr. Allan Bloom is quite correct when he asserts that “popular music has one appeal only, a barbaric appeal, to sexual desire… but sexual desire undeveloped and untutored … popular music gives children, on a silver plate, with all the public authority of the entertainment industry, everything their parents always used to tell them they had to wait for until they grew up … Young people know that rock and popular music has the beat of sexual intercourse … Never was there such an art form directed so exclusively to children…(Every Catholic should understand that masturbation is a clear mortal sin!) The words implicitly and explicitly describe bodily acts that satisfy sexual desire and treat them as its only natural and routine culmination for children who do not yet have the slightest imagination of marriage or family.” (Dr. Allan Bloom, Closing of the American Mind, pp. 73-74).

Dr. Allan Bloom: “Today, a very large proportion of young people between the ages of 10 and 20 live for music. It is their passion; nothing else excites them as it does; they cannot take seriously anything alien to music. When they are in school and with their families, they are longing to plug themselves back into their music. Nothing surrounding them – school, family, church – has anything to do with their musical world. At best that ordinary life is neutral, but mostly it is an impediment, drained of vital…”

Dr. Paul King, medical director of the adolescent program at Charter Lakeside Hospital, in Memphis, TN, says more than 80% of his teen patients are there because of rock music. Dr. King says, “the lyrics become a philosophy of life, a religion.”

To allow yourself or your children to have any kind of music like rock, pop, rap, techno, trance, or any kind of music that is even remotely similar to this is mortally sinful and really idiotic when presented with these facts. Billions of souls are burning now as we speak in the excruciating fire of hell since they refused to stop listening to bad and sinful music! You will have your children eating your heart out for all eternity in hell, because of the violent hatred they will have against you, since you could have hindered them in their sin, but refused to do so.

ON BOOKS

“Bad books will abound over the earth, and the spirits of darkness will everywhere spread universal relaxation in everything concerning God’s service…” (Prophecy of La Salette, 19th of September 1846)

According to Catholic Prophecy, bad books would dominate in the end, and we can now see this happening right in front of our eyes with the worldly school system and with worldly evil books like the Harry Potter series which teaches kids that magic and the occult is something good and praiseworthy to do or enjoy. Magic is an abominable mortal sin which was rightly punished by execution when the Catholic Faith was in control of Europe and South America. But now, blinded “Catholics” not only tell their kids that being a magician or an occultist is fine, they also buy these books to their kids. Think about it: If someone made a game on how to make contact with demons and on top of this sold this for your children to play with in stores, then every Christian would be appalled, for every Christian know that making contact with demonic spirits are possible. Yet, many parents let their children read filth or watch movies which portray magic and channeling with demonic spirits as normal and good.

Believe it or not, the example used has now in fact become a reality because of parents as yourself, whom says that bad is good and good is bad. Satan has no limit, he would do even worse if the world or God would allow him. Sadly, as time goes on however, worse things will become a norm.

Ouija board a controversial toy for tots

Toys R Us is selling Ouija boards, promoting them as acceptable for children as young as eight years old.

The pink edition of the Ouija board is listed for girls eight-years-old and up while the regular version is designated for all children eight and up. Stephen Phelan, communications manager of Human Life International, checked the website and reports that the findings are disturbing.

“It is just troubling that these things are treated as casually as any other game, like Monopoly or anything else on this Toys R Us site — and I think it’s something Christians should be aware of and really not support,” he states.

“If you go to the comments section on the Toys R Us [web]site, you’ll read comments from people who talk about being obsessed with it, talk about missing school for it, talk about the spirits they spoke to on the other side and how creepy it was,” Phelan describes.

The communications manager adds that the primary groups that deny the evils of the Ouija board are the ones who deny the spirit world entirely. He goes on to say Christians have a biblical mandate.

“We’re supposed to deal with the truth only,” he notes. “We’re supposed to have nothing to do with dark spirits. We’re not supposed to dabble in anything that would compromise our souls, and that’s exactly what this does.” The manufacturer of the product is Hasbro.

Lord of the Rings is another famous book series which presents magic, occultism, fairy tales and fables as something good and praiseworthy but is in reality just another abomination before the Lord. Sadly, many “Catholics” refuses to accept these facts and still believes that Lord of the Rings is good or even Catholic. You can fool yourself, but you cannot fool God!

“For there shall be a time, when they will not endure sound doctrine; but, according to their own desires, they will heap to themselves teachers, having itching ears: And will indeed turn away their hearing from the truth, but will be turned unto fables.” (2 Timothy 4:3-4)

St. Teresa even confessed that reading books which in themselves was not evil, was still a beginning of great harm and lukewarmness on her part. What then are one to say about evil media, evil video games and sinful stinking books? A person cannot do these things without becoming completely lukewarm and cold in the service of God exactly as it also happened to the glorious St. Theresa, for those who always seek after worldly things are in fact diminishing in the fervor of God!

The following quote further proving this point was taken from the Life of St. Teresa- “What I shall now speak of was, I believe, the beginning of great harm to me. I contracted a habit of reading books; and this little fault which I observed was the beginning of lukewarmness in my good desires, and the occasion of my falling away in other respects. I thought there was no harm in it when I wasted many hours night and day in so vain an occupation, even when I kept it a secret from my father. So completely was I mastered by this passion, that I thought I could never be happy without a new book.”

Doesn’t this sound familiar? Don’t we all think as Teresa did, that we cannot be happy without our daily media, our evil movies and series, our bad video games or bad books? If the effect on this Saint was the start of a great harm, what then will it be for you, when what you do in comparison with her is infinitely more damaging and dangerous to your soul? How utterly stupid and foolish is it not to spend one’s time reading bad worldly books, when one can spend time reading good Catholic books about virtue that would edify soul, mind and body? You will find innumerable good Catholic books if you just look for them, one good place to start is here:http://www.catholic-saints.net/

“To a spiritual life the reading of holy books is perhaps not less useful than mental prayer. St. Bernard says reading instructs us at once in prayer, and in the practice of virtue. Hence he concluded that spiritual reading and prayer are the arms by which hell is conquered and paradise won…” St. Alphonsus

Burn every book, film or music album immediately which can be accounted to be sinful, and repent, do penance, and confess of this evil. As you would throw away poison in order that it may not be able to hurt yourself or your child, do the same here. Think about pleasing God first and not yourself or your child. Life is too short and Hell is too long and painful to refuse to follow God’s law.

HOME-SCHOOLING

For the Love of God, keep your children away from public school, (if that option is available for you) and the company of other bad men. You must do everything in your power to hinder the worldly school-system from indoctrinating your children, even going so far as moving from your country if your country forces public school on children. The responsibility of an eternal soul that is greater than the universe must not be lightly dealt with. If you can home-school your kids but doesn’t do it, then you really don’t care for the spiritual well being of your children. How can a Catholic parent with good conscience let his kids go to public school where he know they will be exposed to bad influences by other children, and brainwashed by teachings such as evolution and sexual education? Most of the things we learn in school is superfluous anyway and will never be needed. We are bombarded with unnecessary teachings that will occupy much of our time. This will lead souls to forget God and their own spiritual well being! The school system before was very different from today, for back then most states was Christian, and God and the Bible was not banned from school.

Will you allow your children to go to public school and go out with worldly or ungodly friends? Then sadly, you will in fact lose them to the world! God does not tell us as much as to be on guard against demons as with men (Matthew 10:17), for men are oftentimes more harmful to us then the devils are, for demons can be expelled by invoking the most holy names of Jesus and Mary, but man on the other hand cannot be expelled in the same way. And if a man tries to change his life, he will be reviled, despised, and called a most miserable fool, a good for nothing and a man of no education. Many weak souls sadly turn back to the vomit from such and like reproaches out of fear for the loss of human respect!

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica

As Profecias e Revelações de Santa Brígida da Suécia – Livro 3

Avisos e instruções para o bispo sobre como comer e vestir e rezar e como ele deve comportar-se antes de refeições, em refeições, após as refeições e também sobre seu sono e como ele deverá efectuar o ofício do Bispo sempre e em toda parte.

Livro 3 – Capítulo 1

Jesus Cristo, Deus e Homem, que veio à terra para assumir uma natureza humana e salvar almas através de seu sangue, que divulgou o verdadeiro caminho de céu e abriu seus portões, ele próprio enviou-me a todos vós. Ouve, filha, tu a quem foi dado a ouvir verdades espirituais. Se este bispo se propõe a seguir o caminho estreito tomado por poucos e para ser um desses poucos, deixa-o primeiro deixar de lado a carga que o oprime e pesa-lhe para baixo – refiro-me a seus desejos mundanos – usando o mundo apenas para necessidades coerentes com o modesto sustento de um bispo. Trata-se do que esse homem bom Mateus fez quando ele foi chamado por Deus.

Deixando para trás a carga pesada do mundo, ele descobriu um fardo leve. Em segundo lugar, o bispo deve ser cingido, preparado para a viagem, para usar as palavras da escritura. Tobias estava pronto para sua viagem, quando ele descobriu o anjo lá de pé cingido. O que significa dizer que o anjo foi cingido? Isso significa que cada bispo deve ser cingido com o cinto da Justiça e Caridade Divina, pronto para seguir o mesmo caminho daquele que disse: “eu sou o bom pastor e eu entreguei minha vida por minhas ovelhas.” Ele deve estar pronto para falar a verdade nas suas palavras, prontos para executar a justiça em suas acções, tanto sobre si próprio e sobre outros, não negligenciar Justiça devido às ameaças e provocações, ou amizades falsas ou receios vazios. Para bispo assim cingido, Tobias, ou seja, os justos, deverão vir, e eles o seguirão em seu caminho.

Em terceiro lugar, ele deveria comer pão e água antes de ele empreenda a sua jornada, como podemos ler sobre Elias, que, acordado de seu sono, encontrou pão e água à sua cabeceira. O que é este pão dado ao profeta, se não os bens materiais e espirituais que lhe foram concedidos? Porque o pão material foi dado a ele no deserto como uma lição. Embora Deus pudesse ter sustentado o Profeta sem comida material, ele queria que o pão material fosse preparado para ele para que as pessoas pudessem compreender que fosse vontade de Deus que eles utilizassem as dádivas de Deus moderadamente para o alívio das necessidades do corpo. Além disso, uma infusão do espírito inspirou o profeta quando ele prosseguiu por quarenta dias com a força daquele alimento. Porque, se nenhuma unção interior da graça tivesse sido inspirada em sua mente, ele teria certamente desistido durante as dificuldades e tentações daqueles quarenta dias, porque, por si mesmo ele era fraco, mas em Deus, ele teve força para concluir tal viagem.

Por conseguinte, na medida em que o homem vive de cada palavra de Deus,imploramos que o bispo tome o bocado de pão, ou seja, amar a Deus acima de tudo. Ele vai encontrar esta bocado em sua cabeça, no sentido de que sua própria razão diz-lhe que Deus é para ser amado acima de tudo e antes de todas as coisas, tanto devido à criação e redenção e também devido à sua paciência e bondade duradouras. Nós o convidamos também a beber um pouco de água, ou seja, a pensar intimamente sobre a amargura da paixão de Cristo. Quem é digno de poder meditar sobre a agonia da natureza humana de Cristo, que ele estava sofrendo no momento em que ele rezou para o cálice da sua paixão ser afastado d’Ele e quando gotas de Seu sangue estavam escorrendo para o chão? O bispo deve beber desta água juntamente com o pão de caridade e ele será fortalecido para seguir o caminho de Jesus Cristo.

Assim que o bispo partir no caminho da salvação, se ele quiser fazer mais progressos, é útil para ele dar graças a Deus com todo seu coração desde a primeira hora do dia, considerando suas próprias acções cuidadosamente e pedindo ajuda a Deus para cumprir Sua vontade.

Em seguida, quando ele estiver se vestindo, ele deve rezar desta forma: “Cinzas devem ficar com cinzas , poeira com poeira. Porém, porque sou bispo por providência de Deus, eu estou colocando essas roupas feitas a partir do pó da Terra sobre ti, meu corpo, não pelo amor à beleza ou ostentação, mas como uma cobertura, para que sua nudez não possa ser vista. Não me importa se teu vestuário é melhor ou pior, mas apenas que o hábito do Bispo deve ser reconhecido por reverência a Deus e que através de seu hábito possa ser reconhecida a autoridade do Bispo para a correção e instrução dos outros. E, portanto, Deus amável, peço a vós que me deis firmeza de espírito para que eu não me orgulhe de minhas preciosas cinzas e poeiras e nem me glorifique tolamente nas cores de pura poeira . Concedei-me fortaleza para que, assim como o traje de um bispo é mais distinguido e respeitado do que outros devido a sua autoridade divina, o traje da minha alma pode ser aceitável diante de Deus, para eu não seja atirado às profundezas por ter exercido autoridade de maneira indigna e sem valor,para que eu não seja ignominiosamente despido por ter tolamente vestido meu traje venerável para minha própria condenação. »

Depois disso, ele deve ler ou cantar as horas. Quanto mais alta a posição à qual uma pessoa sobe , mais glória ela deve dar a Deus. No entanto, um coração puro apraz a Deus tanto em silêncio como no cantar, desde que uma pessoa esteja ocupada com outras tarefas justas e úteis. Após a missa for rezada, o bispo deve cumprir suas funções episcopais, tendo diligente cuidado não dar mais atenção a coisas materiais do que a espirituais. Quando ele vier à mesa de jantar, este deve ser seu pensamento: “Senhor Jesus Cristo, vós comandais que o corpo corruptível seja sustentado com alimentos materiais, ajudai-me a dar ao meu corpo o que precisa de forma que a carne não cresça vergonhosamente em insolência contra a alma devido ao comer supérfluo nem em preguiça e lerdeza no seu serviço devido a abstinência imprudente.

Inspirai em mim uma moderação adequada para que quando este homem da Terra alimenta-se com coisas da terra, o Senhor da terra não seja provocado à raiva, por sua criatura da Terra. » Enquanto à mesa, ao Bispo é permitido a ter o tipo de recreação moderada e conversa em que vaidade insensata é evitada e nenhuma palavra é proferida ou ouvida que possa oferecer aos ouvintes uma ocasião do pecado. Pelo contrário, deveria todos ser adequada e salutar.

Se pão e vinho estiverem faltando à mesa material, tudo perde seu sabor; da mesma forma, se boa doutrina e exortação estiverem ausentes da mesa episcopal e espiritual, tudo ali posto parece sem gosto para a alma. E assim, para evitar qualquer ocasião de frivolidade, algo deve ser lido ou recitado à mesa que pode ser de proveito para aqueles sentados ali. Quando a refeição é encerrada e a benção de ação de graças tiver sido rezada a Deus, o bispo deve planejar o que ele tem de fazer ou ler livros que podem provocar-lhe em direção à perfeição espiritual. Depois do jantar, porém, ele pode se entreter com os companhias de seu lar. No entanto, exatamente como uma mãe ao dar leite para o bebê unta seus mamilos com cinzas ou alguma outra substância amarga até que ela desmame gradualmente o bebê e o acostume a alimentos sólidos, assim também o bispo deverá colocar os seus companheiros mais próximos a Deus através do tipo de conversa em que eles possam vir a temer e amar a Deus, tornando-se desta forma não só seu pai através da autoridade divina nele, mas também sua mãe através da formação espiritual que lhes dá.

Se ele estiver claramente consciente de que qualquer pessoa em seu lar está no estado de pecado mortal e não se arrependeu apesar de advertências, então, ele deve separar-se dele. Se ele lhe retiver por conveniência e consolação temporais, ele não estará imune do pecado do outro. Quando ele for para cama, ele deve examinar cuidadosamente os atos e impressões do dia que passou, com os pensamentos seguintes: ‘ Ó Deus, criador do meu corpo e alma, assisti-me na sua misericórdia.

Concedei-me vossa graça, para que eu não fique morno e indiferente no seu serviço pelo muito dormir nem fique fraco no seu serviço devido ao sono perturbado, mas concedei-me, para vossa glória, essa medida de sono que prescrevestes para nós para dar o descanso ao corpo. Dai-me fortaleza para que meu inimigo, o diabo, não possa perturbar-me, nem arrastar-me para longe de sua bondade. » Quando ele se levantar do leito, ele deve enxaguar em confissão quaisquer lapsos que pode ter sofrido a carne, para que o sono da noite seguinte não possa começar com os pecados da noite anterior.”

Palavras da Virgem para sua filha sobre a solução oportuna para as dificuldades que o bispo encontrará no caminho estreito, e sobre como a paciência é simbolizada pelo vestuário e os dez mandamentos, por dez dedos, e o desejo de eternidade e a aversão pelas coisas mundanas por dois pés, e sobre três inimigos para o bispo em seu caminho.

Livro 3 – Capítulo 2

Novamente a mãe de Deus fala: “Dize ao bispo que, se ele partir por este caminho, ele irá encontrar-se com três dificuldades. A primeira dificuldade é que é um caminho estreito; o segundo, que não existem espinhos pontiagudos nele; o terceiro, que é um caminho rochoso e desnivelado. Dou-lhe três conselhos nesta matéria. A primeira é que o bispo deverá vestir roupas robustas e firmemente tecidas em preparação para o caminho estreito. A segunda é que ele deveria manter seus dez dedos na frente de seus olhos e olhar através delas, como através de grades para não se ser arranhado pelos espinhos.

A terceira é que ele deve caminhar cautelosamente e testar cada e todo passo que ele der para ver se o seu pé obtém uma posição firme quando ele o firmar no chão, e ele não deve apressadamente pôr ambos os pés ao mesmo tempo sem primeiro assegurar-se das condições do caminho. Este caminho estreito simboliza senão a malícia do povo malvado em relação aos justos, o tipo de pessoas que despreza atos corretos e perverte os caminhos e avisos retos dos justos, que dá pouco valor a qualquer coisa relacionada a humildade e piedade. Para enfrentar essas pessoas, o bispo deve vestir-se em traje de paciência firme, uma vez que paciência torna encargos agradáveis e alegremente aceita os insultos que recebe.

Os espinhos simbolizam nada mais do que as dificuldades do mundo. Para confrontá-los, os dez dedos dos mandamentos e conselhos de Deus e devem ser mantidos para que, quando o espinho de provações e pobreza o arranharem, ele possa lembrar-se do sofrimento e a pobreza de Cristo. Quando o espinho da ira e da inveja o arranharem, ele deve lembrar-se do amor de Deus que nós somos ordenados a guardar. O verdadeiro amor não insiste em obter o que é seu mesmo, mas abre-se inteiramente para a glória de Deus e ao benefício do próximo.

Que o bispo deve caminhar cautelosamente significa que ele deva ter toda uma atitude de prudência inteligente em todo lugar. Porque uma boa pessoa deve ter dois pés, por assim dizer. Um pé é um desejo de eternidade. A outra é uma aversão pelo mundo. Seu desejo de eternidade deve ser cauteloso, no sentido de que ele não deve desejar coisas eternas para si próprio sozinho como se ele fosse digno delas; ao contrário, ele deve colocar todos os seus afetos e desejos, bem como sua recompensa nas mãos de Deus. Sua aversão para o mundo deve ser cautelosa e cheia de temor, no sentido de que esta aversão não deve ser resultado de suas dificuldades no mundo ou impaciência com a vida, nem deve ser pelo amor a uma mais vida calma ou sendo liberado de realizar trabalho benéfico para outros. Pelo contrário, só deverá ser o resultado de seu repúdio pelo pecado e seu desejo de eternidade.

Uma vez que estas três dificuldades forem superadas, eu avisaria o bispo sobre três inimigos no seu caminho. Como vês, o primeiro inimigo tenta assobiar nos ouvidos do Bispo para bloquear a sua audição. O segundo está na sua frente para arrancar seus olhos. O terceiro inimigo está a seus pés, gritando bem alto e segurando um laço para prender seus pés, quando ele os levantar do chão. O primeiro são aquelas pessoas ou aqueles impulsos que tentam afastar o bispo do caminho certo, dizendo: “ por que assumes tanto trabalho sobre ti mesmo e por que razão tornas teu caminho tão estreito? Vai, em vez disso, para o caminho verdejante onde tantas pessoas estão a andar. O que te importa como esta pessoa ou aquelas pessoas se comportam? Por que te incomodas a ofender ou censurar as pessoas que poderiam homenagear-te e gostar de ti ? Se eles não ofenderem a ti e aqueles perto de ti, por que te importas com o modo que vivem ou se ofendem a Deus? Se tu mesmo és um homem bom, por que te incomodas em julgar os outros? Melhor trocar presentes e serviços! Faze uso das amizades humanas para ganhar elogios e uma boa reputação durante tua vida. ”

O segundo inimigo quer cegar-te, como os filisteus fizeram a Sansão. Esse inimigo é beleza e pertences mundanos, vestuário suntuoso, as armadilhas da pompa, privilégios e favores humanos. Quando tais coisas são apresentadas a ti e agradam aos olhos, a razão é cegada, os mandamentos de Deus se tornam fracos e mornos, pecado é cometido livremente e, uma vez cometido, não é levado a sério. Portanto, quando o bispo tem um moderado suprimento de bens necessários, ele deve ficar contente. Pois todas as demais pessoas hoje em dia acham mais agradável a ficar com Sansão com o jugo do desejo em vez de amar a Igreja com uma disposição louvável para o ministério pastoral.

O terceiro inimigo grita bem alto , carrega um laço e diz: “ por que estás andando com tal cuidado e com a cabeça inclinada para baixo? Por que razão te humilhas tanto, tu que deves ser e poderias ser homenageado por muitas pessoas? Sê um sacerdote para te sentares entre aqueles da elite! Sê um bispo para seres homenageado por muitos! Avança a postos superiores para obteres melhor serviço e desfrutares de um maior descanso! Armazena um tesouro com os quais podes ajudar a ti mesmo, bem como a outros, e ser confortado por outros como retribuição, feliz onde quer que estejas! ”

Quando o coração torna-se inclinado a esses sentimentos e sugestões, a mente em breve dirige seus passos na direção de apetites terrenos e mundanos, levantando o pé como se fosse o pé do desejo mais imoral , com o que ele fica tão enredado na armadilha de cuidados mundanos que praticamente não consegue se elevar à consideração da sua própria miséria ou das recompensas e castigos de eternidade. Nem isso é surpreendente, pois a escritura diz que quem aspira à função de bispo deseja uma tarefa nobre para a honra de Deus. Agora, contudo, há muitos que querem as honras mas fogem à tarefa em que é encontrada a eterna salvação da alma. Por isso que este bispo deverá permanecer na posição que ele detém e não procurar uma mais elevada, até que Deus lhe queira dar outra.”

Uma explicação completa da Virgem ao bispo sobre como ele deve exercer o cargo episcopal para dar glória a Deus e sobre a dupla recompensa por ter cumprido sua missão de Bispo de forma verdadeira e sobre a dupla desgraça por tê-la exercido de maneira falsa, e sobre como Jesus Cristo e todos os Santos saúdam um verdadeiro e correto bispo.

Livro 3 – Capítulo 3

A mãe de Deus estava falando: “Gostaria de explicar ao bispo que ele deve fazer por Deus e o que dará glória a Deus. Cada bispo deve guardar sua mitra cuidadosamente em seus braços. Ele não deve vendê-la por dinheiro nem cedê-la a outros por amor a amizades mundanas nem perdê-lo através de negligência e falta de ardor. A mitra do Bispo significa nada mais do que a hierarquia episcopal e o poder de ordenar sacerdotes, para preparar a crisma, para corrigir quem se desvie do caminho e encorajar os negligentes por seu exemplo. Segurar sua mitra cuidadosamente nos seus braços significa que ele deveria refletir cuidadosamente sobre como e por quê ele recebeu seu poder episcopal, como ele o exerce e quais são os seus efeitos e suas finalidades.

Se o bispo examinasse como ele recebeu o seu poder, ele primeiro deverá verificar se ele desejou o episcopado para seu próprio interesse ou de Deus. Se fosse seu próprio interesse, então seu desejo era sem dúvida carnal; se foi por amor a Deus, ou seja, para dar glória a Deus, então seu desejo foi meritório e espiritual.

Se o bispo considerasse para qual finalidade recebeu o episcopado, então certamente era para que ele pudesse se tornar um pai para os pobres e um consolador e intercessor pelas almas, porque os bens do Bispo destinam-se ao bem das almas. Se seus meios são consumidos ineficazmente e desperdiçados de forma pródiga, então essas almas vão clamar por vingança sobre o servo injusto. Eu lhe direi a recompensa que virá por ter exercido o ministério de bispo. Será uma recompensa dupla, como diz Paulo, tanto corporal quanto espiritual.

Será corporal, porque ele é o vigário de Deus na terra e, portanto, é concedido a ele a honra divina por homens como um meio de honrar a Deus. No céu, será corporal e espiritual devido à glorificação do corpo e da alma, porque o servo estará lá com seu Senhor, devido tanto à forma como viveu como um bispo na terra quanto ao seu humilde exemplo pelo qual ele instigou os outros à glória de Deus juntamente consigo próprio. Todo aquele que tem a classificação e as vestes de um bispo, mas abandona o modo de vida episcopal, merecerá uma dupla desgraça.

Que poder do Bispo não deva ser vendido significa que o bispo não deve conscientemente cometer simonia ou exercer seu ministério pelo amor ao dinheiro ou aos favores humanos, ou para promover homens que sabe ser de mau caráter porque pessoas pediram-lhe para fazê-lo. Que a mitra não deva ser cedida a outros por causa de amizade humana significa que o bispo não deve dissimular os pecados dos negligentes ou deixar que aqueles quem ele pode e deve corrigir fiquem impunes, ou passar por cima dos pecados de seus amigos ignorando-os em silêncio devido à amizade mundana, ou tomar os pecados dos seus subordinados sobre as suas próprias costas, pois o bispo é sentinela de Deus.

Que o bispo não deve perder sua mitra por negligência, significa que o bispo não deve delegar a outros o que ele próprio deve e pode fazer mais proveitosamente, que ele não deverá, por amor a sua própria comodidade física, transferir para outros o que ele próprio é mais perfeitamente capaz de realizar, pois o dever do bispo não é descansar, mas trabalhar. Nem o bispo deve ignorar a vida e a conduta de quem ele delega as suas tarefas. Ao contrário disso, ele deve saber e analisar como cumprem a justiça e se eles se conduzem com prudência e sem cupidez em suas atribuições. Quero que saiba, também, que o Bispo, no seu papel como pastor, deve carregar um ramalhete de flores em seus braços para atrair ovelhas, tanto as próximas quanto as distantes, para correrem com prazer atrás de seu aroma.

Este buquê de flores significa as piedosas pregações do bispo. Os dois braços dos quais o buquê de pregação divina pendem são dois tipos de obras necessárias para um bispo, nomeadamente obras boas públicas e obras boas ocultas. Assim, as ovelhas próximas de sua diocese, vendo a caridade do bispo em suas obras e ouvindo-a nas suas palavras, darão glória a Deus através do bispo. Da mesma forma, as ovelhas distantes, ouvindo a reputação do bispo, vão querer segui-lo. Este é o mais doce ramalhete: não deve ter vergonha da verdade e da humildade de Deus, pregar a boa doutrina e praticá-la como se prega, ser humilde quando elogiado e devoto na humilhação de si próprio. Quando o bispo tiver viajado até o final deste caminho e atingir o portão, ele deve ter um presente em suas mãos para apresentar ao Rei das Alturas. Assim, pode ele ter em suas mãos um precioso vaso, um vaso vazio, para oferecer ao Rei das Alturas.

O vaso vazio a ser oferecido é o seu próprio coração. Ele deve lutar a noite e dia para que possa ser esvaziado de todos as vontades e o desejo de elogios efêmeros. Quando tal bispo é levado do Reino da glória, Jesus Cristo, verdadeiro Deus e Homem, virá para encontrá-lo juntamente com toda a legião de Santos. Então ele ouvirá os anjos dizendo: “nosso Deus, nossa alegria e todo o bem! Este bispo era puro no corpo, firme na sua conduta. É benéfico que devamos apresentá-lo a Ti, pois ele ansiava por nossa companhia todos os dias. Satisfaze seu desejo e aumente a nossa alegria pela sua vinda! ” Em seguida, também, outros Santos vão dizer: “ Ó Deus, nossa alegria é tanto de Ti como em Ti, e precisamos de mais nada.

No entanto, nossa alegria é elevada pela alegria da alma deste bispo que ansiava por Ti, enquanto ele estava ainda conseguia ansiar por Ti. As doces flores de seus lábios aumentaram nossos números. As flores de suas obras consolavam aqueles que viviam longe e perto. Portanto, deixa-o alegrar-se conosco, e rejubila-Te por ele, por quem ansiavas-te tanto quando morreste por ele. ” Finalmente, o Rei da glória dirá a ele: “ amigo, vieste apresentar-me teu coração esvaziado de sua vontade egoística. Portanto, irei preencher-te com a minha alegria e glória. Minha felicidade tua e tua glória em mim nunca cessará.”

Palavras da mãe, para sua filha sobre a cobiça dos bispos maus; ela explica em uma parábola longa que muitas pessoas através de suas boas intenções atingem a classificação espiritual que bispos incontinentes rejeitam apesar de terem sido chamados a ele num sentido físico.

Livro 3 – Capítulo 4

A mãe de Deus fala à noiva do Filho, dizendo: “você está chorando porque Deus ama tanto as pessoas, mas as pessoas amam a Deus tão pouco. É por isso. Onde, na verdade, está esse governante ou bispo que não cobiça seu ministério para obter honras mundanas e riqueza, mas, ao contrário, deseja-o para ajudar os pobres com suas próprias mãos? Já que reis e bispos não querem vir para o festim de casamento preparada para todos nos céus, os pobres e os fracos virão em seus lugares, como eu lhe mostrarei por meio de um exemplo.

Em uma determinada cidade vivia um sábio, bonito, e rico bispo, que foi elogiado pela sua sabedoria e bela aparência, mas não, como deveria, render graças a Deus que lhe tinha dado essa própria sabedoria. Ele foi elogiado e homenageado para sua riqueza, também, e ele entregou numerosos presentes visando a favores mundanos. Ele ansiava por mais bens ainda para ser capaz de dar mais presentes e ganhar maior homenagens. Este bispo tinha um sacerdote culto na sua diocese que pensava consigo próprio do seguinte modo: “ este bispo”, disse ele,” ama a Deus menos que ele deveria. Sua vida toda tende em direção ao mundano.

Portanto, se é agradável a Deus, gostaria de ter seu episcopado para dar glória a Deus. Eu não o desejo por razões mundanas, vendo que essa honra mundana é nada mais do que ar vazio, nem por razões de riqueza, que é tão pesada quanto o mais pesado dos fardos, nem por razões de descanso e conforto físicos , pois só preciso de um montante razoável de descanso para manter meu corpo apto para o serviço de Deus. Não, eu o desejo pelo amor de Deus sozinho. E, embora seja indigno de qualquer honra, ainda, para ganhar mais almas para Deus e beneficiar as pessoas mais pela minha palavra e por meu exemplo e para apoiar a mais pessoas através das receitas da Igreja, gostaria de bom grado de assumir a trabalhosa tarefa de ser bispo.

Deus sabe que eu preferiria morrer uma morte dolorosa ou suportar dificuldades amargas do que estar na hierarquia de bispo. Estou tão suscetível a sofrer como meu próximo, mas, ainda assim, quem aspira ao ministério de bispo deseja uma tarefa nobre. Por esta razão, eu prontamente desejo o honroso título de bispo juntamente com as obrigações pesadas de um bispo, embora faço da mesma forma com que desejo a morte. Eu desejo a honra como forma de salvar mais almas. Eu desejo esse encargo para minha própria salvação e para mostrar o meu amor por Deus e as almas. Desejo esse ministério unicamente para poder distribuir os bens da Igreja para os pobres mais generosamente, para instruir as almas mais clara e abertamente , para instruir aqueles no erro com mais coragem, para mortificar minha carne mais completamente, exercer auto-controle mais assiduamente como exemplo a outros. ”

Este cônego, com prudência, reprovou seu bispo em privado. No entanto, o bispo levou-o a mal e envergonhou o sacerdote em público, imprudentemente gabando-se de sua própria competência e a moderação em tudo. O cônego, no entanto, entristecido com as impropriedades do bispo, suportou os insultos com paciência. Mas o bispo ridicularizou a caridade e a paciência do cônego e falou contra ele, tanto que ao cônego foi dada a culpa e foi considerado um tolo mentiroso, enquanto o bispo foi visto como sendo justo e perspicaz.

Depois, com o passar do tempo, o bispo e o cônego faleceram e foram chamados ao julgamento de Deus. À sua vista e na presença dos anjos, um trono dourado apareceu com a mitra e as insígnias de um bispo perto do trono. Um grande número de demônios estavam seguindo o cônego, desejosos de encontrar alguma falha fatal nele. Quanto ao bispo, sentiram certeza de tê-lo como uma baleia que mantém seu filhote no seu ventre no meio as ondas. Houve muitas acusações arrasadoras contra o bispo; por que razão e com que intenção ele assumiu o ministério de bispo, por que ele cresceu em orgulho sobre os bens intencionados para as almas, da forma que ele dirigiu as almas confiadas a ele, de que forma ele havia respondido à graça que Deus lhe dera.

Quando o bispo não pôde dar nenhuma resposta justa para as acusações, o juiz respondeu: “ponha excrementos sobre a cabeça do bispo, em vez de uma mitra e piche em suas mãos em vez de luvas, lama sobre seus pés em vez de sandálias. Ao invés de camisa de bispo e vestuário de linho, coloque os trapos de uma prostituta sobre ele. Deixe-o ter vergonha em vez de honra. Em vez de um comboio de servos, deixe-o ter uma ralé enfurecida de demônios.” Em seguida, o juiz acrescentou: “coloque uma coroa tão radiante como o sol na cabeça do cônego, luvas douradas em suas mãos, calçados em seus pés. Deixe-o vestir as roupas de um bispo com toda honra.”

Vestido de seu traje episcopal, rodeado de uma hoste celestial, ele foi apresentado ao juiz como um bispo honrado. O bispo, no entanto, saiu como um ladrão com uma corda ao redor de seu pescoço. À vista dele, o juiz desviou seus olhos misericordiosos como fizeram todos os seus Santos com ele.

É a forma em que muitas pessoas através de suas boas intenções e em um sentido espiritual atingem a classificação de honra desprezada por aqueles que foram chamados a ele num sentido físico. Tudo isto realizou-se instantaneamente diante de Deus, embora, por amor a ti, foram encenados em palavras, porque mil anos são como uma única hora diante de Deus. Acontece todos os dias que, na medida em que bispos e governantes não querem ter o ministério a que eles foram chamados, Deus escolhe para si próprio pobres sacerdotes e servidores de paróquia que, vivendo de acordo com sua própria e melhor consciência, gostariam de ser benéficos para almas para a glória de Deus se eles pudessem, e fazem o que podem. Por esse motivo, eles tomarão os locais preparados para os bispos.

Deus é como um homem que pendura uma coroa dourada do lado de fora da porta da sua casa e grita ao que passa: “qualquer pessoa de qualquer posição social permanente pode ganhar esta coroa! Quem for mais nobremente vestido em virtude irá obtê-la”. Sei que se bispos e governantes são sábios em sabedoria mundana, Deus é mais sábio do eles num sentido espiritual, porque ele eleva os humildes e não dá a sua aprovação para o orgulhoso. Também sabe tu que este cônego que foi elogiado não teve de enfeitar o seu cavalo quando ele foi para pregar ou realizar as suas funções, nem ele teve que acender o fogo quando ele estava prestes a comer.

Não, ele teve os servidores e os meios que ele necessários para viver em uma forma razoável. Ele tinha dinheiro, também, embora não para uso próprio ganancioso, nem mesmo se ele tivesse toda a riqueza do mundo poderia ele ter dado um único tostão para se tornar bispo. Mas nem por todo o mundo ele se recusaria a se tornar bispo se fosse vontade de Deus. Ele deu sua vontade a Deus, pronta a ser honrado para a honra de Deus e pronto para ser rebaixado por puro amor e temor de Deus.”

Palavras de Ambrósio, para a noiva sobre a oração de pessoas boas pelo o povo; governantes do mundo e a Igreja são comparados com timoneiros, enquanto orgulho e o resto dos vícios são comparados com tempestades, e a passagem para a verdade é comparada a um porto seguro; também, sobre a chamada espiritual da noiva.

Livro 3 – Capítulo 5

Está escrito que os amigos de Deus clamaram uma vez, pedindo a Deus romper os céus e descer para libertar seu povo de Israel. Nestes dias, também, amigos de Deus clamaram dizendo: “Deus bondosíssimo, podemos ver inúmeras pessoas perecendo nas tempestades perigosas, pois seus timoneiros são gananciosos e estão sempre desejosos de desembarcar nos países onde eles pensam que irão obter um lucro maior. Conduzem as pessoas em direção a lugares onde há uma enorme arremeter de ondas, enquanto as próprias pessoas não conhecem qualquer refúgio seguro. Porque este povo incontável está, portanto, em perigo terrível e muitos poucos deles sequer alcançam seu porto seguro adequado. Suplicamos que vós, Rei de toda a glória, graciosamente ilumineis o porto seguro para que vosso povo possa escapar de seu perigo, sem ter que obedecer aos malvados timoneiros mas sendo levado ao refúgio por vossa luz abençoada”.

Por estes timoneiros, quero dizer todos aqueles que exercem poder temporal ou espiritual no mundo. Muitos deles adoram tanto sua própria vontade que eles não se incomodam com as necessidades das almas sob seus cuidados ou com as tempestades violentas do mundo, pois eles estão com seu próprio livre arbítrio apanhado por tempestades de orgulho, ganância e impureza. A população infeliz e miserável imita seus atos, pensando que estão numa via reta. Desta forma, os governantes trazem seus súditos e a si próprios à perdição ao seguirem cada desejo egoísta. Por porto seguro ou refúgio, quero expressar a passagem à verdade.

Para muitas, esta passagem tornou-se tão escura que quando alguém lhes descreve como chegar ao porto da sua pátria celestial pelo caminho do Sagrado Evangelho de Cristo, então o chamam de mentiroso e, em vez disso, seguem os caminhos de quem se atola e refestela em cada pecado, em vez de confiar nas palavras dos que pregam a verdade do Evangelho.

Pela luz suplicada pelos amigos de Deus, quero expressar uma revelação divina feita no mundo a fim de que o amor de Deus seja renovado no coração humano e sua justiça não seja esquecida ou negligenciada. Portanto, devido à sua misericórdia e às orações dos seus amigos, agradou a Deus chamá-lo no Espírito Santo para que você espiritualmente possa ver, ouvir e compreender a fim de que você possa revelar aos outros o que você ouvir no Espírito de acordo com a vontade de Deus.”

Palavras de Ambrósio para a noiva, oferecendo uma alegoria sobre um homem, sua esposa e seu empregada doméstica, e sobre como este adúltero simboliza um bispo perverso enquanto sua esposa simboliza a Igreja e sua empregada doméstica, o amor deste mundo, e sobre a sentença dura sobre os mais ligados ao mundo do que à Igreja.

Livro 3 – Capítulo 6

Sou o bispo Ambrósio. Estou aparecendo para você e falar com você em alegoria, porque o seu coração é incapaz de receber uma mensagem espiritual sem alguma comparação física. Uma vez, havia um homem ,cuja esposa com quem foi legalmente casado, era encantadora e prudente. No entanto, ele gostava mais da empregada doméstica do que sua esposa. Isto teve três consequências. A primeira é que as palavras e gestos da empregada o agradava mais do que as da sua esposa. A segunda é que ele vestia a empregada muito bem com roupas finas sem se importar que sua esposa estivesse vestida de andrajos comuns. O terceiro é que ele estava acostumado a gastar nove horas com a empregada e apenas a décima hora com sua esposa. Ele passou a primeira hora ao lado da empregada, divertindo-se ao olhar para sua beleza. Ele passou da hora segunda dormindo em seus braços. Ele passou a hora terceira fazendo alegremente trabalho manual pelo amor ao conforto da empregada.

Ele passou a hora quarta fazendo descanso físico com ela após exaustivo trabalho físico . Ele passou a hora quinta inquieto em sua mente e preocupando-se sobre como sustentá-la. Ele passou a sexta hora em repouso com ela, vendo agora que ela aprovou totalmente o que ele tinha feito por ela. Na sétima hora, o incêndio de luxúria carnal entrou nele. Ele passou a oitava hora satisfazendo toda sua luxúria com ela. Na hora nona ele negligenciou determinadas tarefas que ele, no entanto, teria gostado de realizar. Ele passou da hora décima fazendo algumas tarefas que ele não quis fazer. E apenas durante esta hora ele ficou com sua esposa. Um dos parentes de sua esposa veio ao adúltero e lhe acusou duramente, dizendo: “converta a afeição de seu coração na direção de sua esposa legítima. Ame-a e vista-a adequadamente e gaste nove horas com ela e apenas a décima hora com a empregada doméstica. Se não, cuidado, porque você morrerá uma morte súbita e horrível.”

Por esse adúltero a que me refiro, é alguém que possua o ministério de bispo para suprir a Igreja, mas, apesar disso, leva uma vida adúltera. Ele está associado à Santa Igreja em união espiritual para que ela seja sua noiva mais preciosa, mas ele retira seus afetos dela e ama o mundo servil muito mais do que sua nobre dama e noiva. Assim, ele faz três coisas. Em primeiro lugar, ele se alegra mais na adulação fraudulenta do mundo do que numa disposição obediente em direção a Santa Igreja. Em segundo lugar, ele ama enfeites mundanos, mas se interessa pouco sobre a falta de enfeites materiais e espirituais da Igreja. Em terceiro lugar, ele gasta nove horas com o mundo e apenas uma das dez com a Igreja Santa. Assim, ele gasta a primeira hora na em boa alegria, contemplando a beleza do mundo com grande satisfação.

Ele gasta a hora segunda dormindo docemente nos braços do mundo, isto é, no meio de suas fortificações elevadas e a vigilância de seus exércitos, alegremente confiante na segurança física por causa dessas coisas. Ele passa a terceira hora alegremente a fazer trabalho manual por amor a vantagens mundanas para que ele possa obter o prazer físico do mundo. Ele passa a quarta hora com prazer tendo descanso físico após seu esforço físico, agora que ele tem meios suficientes. Ele gasta a hora quinta inquieto em sua mente de maneiras diferentes, preocupado com como ele pode parecer ser prudente em matérias mundanas.

Durante a sexta hora que ele experimenta um agradável descanso de alma, vendo que pessoas em todo a parte aprovam o que ele tem feito. Na sétima hora, ele ouve e vê prazeres mundanos e abre sua luxúria para eles. Isso provoca um incêndio a arder impaciente e intoleravelmente no seu coração. Na oitava hora que ele realiza em atos o que antes tinha apenas sido sua ardente vontade. Durante a hora nona, ele omite por negligência determinadas tarefas que ele queria ter feito por motivos mundanos, para não se ofender aqueles para quem tem uma mera natural afeição. Na décima hora, ele executa sem alegria alguns atos bons, com medo de que ele possa cair no desprezo e ganhar má reputação ou receber uma pena severa, se por algum motivo, ele totalmente haja negligenciado em cumpri-los.

Ele é acostumado a gastar apenas esta décima hora com a Santa Igreja fazendo o bem não por amor mas por medo. Ele está, naturalmente, com medo de punição dos incêndios do inferno. Se ele pudesse viver para sempre no conforto físico e com abundância de bens mundanos, ele não se preocuparia em perder a felicidade do céu.

Por conseguinte, juro por Deus ,quem não tem nenhum começo e que vive sem fim, e afirmar com certeza que, a menos que ele retorne para a Santa Igreja em breve e gaste nove horas com ela e apenas a décima com a empregada, ou seja, com o mundo – não o amando, mas possuindo a riqueza e a honra do seu mandato episcopal com relutância e organizando tudo na humildade e razoavelmente para a glória de Deus – então a ferida espiritual em sua alma será tão grave como – fazendo uma comparação física – a ferida de um homem tão horrivelmente atingido na cabeça que seu corpo todo é destruído até a sola dos pés, com suas veias e músculos arrebentando e seus ossos esmagados e a medula fluindo terrivelmente em todas as direções.

Como duramente atormentado como parece o coração num corpo tão violentamente atingido na sua cabeça e as partes do corpo mais próximas à cabeça que as próprias solas de seus pés estarão com dor, embora sejam as mais distantes, igualmente e duramente torturada essa alma miserável aparecerá mais próxima ao impacto da Justiça Divina quando em sua consciência ver-se sendo terrivelmente ferido em cada lado.”

Palavras da Virgem à noiva comparando um bispo amante do mundo com um fole cheio de ar ou um caracol deitado na imundície, e sobre a sentença dada ao bispo, que é o precisamente o oposto do Bispo Ambrósio.

Livro 3 – Capítulo 7

A escritura diz: “Aquele que ama a sua própria alma neste mundo a perderá.” Agora este bispo amava a sua própria alma com todos os seus desejos e não havia nenhuma inclinação espiritual no seu coração. Ele também pode ser comparado a um fole cheio de ar junto de uma forja. Assim como existe ar sobrando no fole uma vez que os carvões são gastos e o metal candente está fluindo, assim também, embora este homem deu à sua natureza de tudo o que ela implora, inutilmente desperdiçando seu tempo, as inclinações mesmas ainda ficam-lhe como o ar no fole. Sua vontade está inclinada ao orgulho mundial e à luxúria. Devido a esses vícios, ele oferece um pretexto e um exemplo pecaminoso mesmo para pessoas com coração endurecido, que, desperdiçado em pecados, são escoados lá em baixo, para o inferno.

Esta não foi a atitude do bom bispo Ambrósio. Seu coração foi preenchido com a vontade de Deus. Ele comeu e dormiu com temperança. Ele expulsou o desejo de pecado e gasta seu tempo útil e moralmente, ele bem poderia ser chamado de um fole de virtudes. Ele curou as feridas do pecado com palavras de verdade. Ele inflamou quem se tornara frio no amor de Deus através do exemplo de suas próprias boas obras. Ele arrefeceu aqueles que estavam se queimando com desejos pecaminosos pela pureza da sua vida. Desta forma, ele ajudou muitas pessoas a evitar entrar na morte do inferno, pois o amor divino viveu nele enquanto viveu.

Este bispo, por outro lado, é como um caracol que se reclina na sua nativa nojeira e arrasta sua cabeça pelo chão. De forma semelhante, este homem se reclina e tem sua alegria na pecaminosa abominação, permitindo sua mente a se arrastar pelo mundano em vez de pelo pensamento de eternidade, eu o faria refletir sobre três coisas: Primeiro, a maneira em que ele tem exercido seu ministério sacerdotal. Segundo, o significado daquela frase do Evangelho: “possuem peles de ovelha mas são lobos ameaçadores no interior”. Terceiro, a razão por que seu coração arde para coisas temporais mas é frio em relação ao Criador de todas as coisas.”

Palavras da Virgem, para a noiva, sobre sua própria perfeição e excelência, e sobre os desejos desordenados de professores modernos e sobre sua falsa resposta à pergunta que lhes foi feita pela Virgem gloriosa.

Livro 3 – Capítulo 8

A mãe fala: “eu sou a mulher que esteve sempre no amor de Deus. Fiquei desde a minha infância inteiramente na companhia do Espírito Santo. Se você quiser um exemplo, pense como uma noz cresce. Sua casca exterior cresce e se alarga, enquanto seu cerne interior também amplia e cresce, para que a noz esteja sempre cheia e não haja espaço nela para nada de estranho. Da mesma forma, também, fiquei preenchida com o Espírito Santo desde a minha infância. Como meu corpo crescia e me tornei mais velha, do Espírito Santo me preencheu com tal abundância que não deixou a nenhum espaço em mim para qualquer pecado entrar. Assim, sou aquela que nunca cometeu o pecado venial ou mortal. Sou tão ardente com amor por Deus que nada mais me agrada do que cumprir a vontade de Deus, pois o fogo do amor divino incendiou meu coração.

Deus, abençoado acima de tudo para sempre, que criou-me através do seu poder e preencheu-me com o poder do seu Espírito Santo, tem um amor ardente por mim. No fervor do seu amor, ele me enviou seu mensageiro e deu-me compreender sua decisão de que eu devia tornar-me a Mãe de Deus . Quando percebi qual era a vontade de Deus, em seguida, através do fogo do amor que eu tinha no meu coração dirigido a Deus, uma palavra de verdadeira obediência imediatamente deixou meus lábios e dei esta resposta ao mensageiro, dizendo: “Possa ser feito a mim de acordo com sua palavra”. Neste mesmo instante, a Palavra se tornou carne em mim. O Filho de Deus tornou-se meu filho.

Nós dois tínhamos um filho que é Deus e Homem ao mesmo tempo, pois sou mãe e virgem ao mesmo tempo. Como meu filho Jesus Cristo, verdadeiro Deus e o mais sábio dos homens, deitou-se no meu útero, recebi essa tão grande sabedoria através dele que compreendo não só a aprendizagem dos acadêmicos, mas também eu mesmo poderia discernir se seus corações eram verdadeiros, se suas palavras procediam do amor a Deus ou de mera inteligência acadêmica. Portanto, quem ouvir as minhas palavras deve informar esse estudioso que tenho três perguntas para ele: primeiro, se ele pretender conquistar o favor e a amizade do bispo num sentido corporal mais do que ele pretender apresentar alma do bispo a Deus em um sentido espiritual. Segundo, se sua mente mais se rejubila em possuir tantos florins em possuir nenhum. Terceiro, qual, das duas opções seguintes, ele prefere: ser chamado um estudioso e tomar seu lugar entre as fileiras honradas pelo amor à glória mundana ou para ser chamado de um simples irmão e tomar seu lugar entre os humildes.

Permitam-lhe a refletir estas três perguntas cuidadosamente. Se seu amor pelo o bispo é corporal em vez da espiritual, daí se segue que ele lhe diz coisas que gosta de ouvir em vez de proibi-lo de fazer todas as coisas pecaminosas que ele gosta de fazer.

Se ele for mais feliz possuindo muitos florins, em vez de nenhum, então ele ama riquezas, mais do que a pobreza. Então, ele dá a impressão de aconselhar os seus amigos para adquirir tanto quanto podem e ao invés de abandonarem o que fosse supérfluo de bom grado. Se, por amor a honra mundana, ele prefere sua reputação de acadêmico e sentar-se em um lugar de honra, então ele ama o orgulho mais do que a humildade e, portanto, parece a Deus mais como um burro do que um estudioso. Nesse caso, ele está mascando sobre palha vazia, o que é o mesmo que conhecimentos acadêmicos sem caridade, e ele não tem o trigo fino da caridade, pois a caridade divina nunca pode se tornar forte em um coração orgulhoso”.

Depois que o estudioso havia se desculpado com o pretexto de que ele tinha uma vontade maior de apresentar a alma do bispo a Deus em um sentido espiritual e que ele preferiria ter nenhum florim e, em terceiro lugar, que ele não se preocupava sobre o título de especialista, a Mãe disse novamente: “Sou aquela que ouviu a verdade dos lábios de Gabriel e acreditou sem duvidar. É por isso que a Verdade tomou para si carne e sangue do meu corpo e permaneceu em mim.

Eu trouxe à luz a essa mesma Verdade que foi Deus e Homem. Na medida em que a Verdade, que é o Filho de Deus, desejava vir a mim, morar em mim e a nascer de mim, sei muito bem se pessoas têm verdade sobre seus lábios ou não. Fiz ao estudioso três perguntas. Eu aprovaria sua resposta se houvesse verdade nas suas palavras. No entanto, não havia nenhuma verdade nelas. Por isso, vou dar-lhe três avisos. A primeira é que existem algumas coisas que ele ama e deseja neste mundo mas que ele não obterá mesmo. A segunda é que ele perderá em breve a coisa que ele tem alegria mundana em possuir. O terceiro é que os pequenos entrarão no céu. Os grandes permanecerão de fora, porque o portão é estreito”.

Palavras da Virgem à noiva sobre como aqueles que podem ver e ouvir, etc. escapam aos perigos em virtude da luz do sol, etc., mas perigos acontecem àqueles que estão cegos e surdos e assim por diante.

Livro 3 – Capítulo 9

A mãe fala: “apesar de um homem cego não vê-lo, o sol ainda brilha claramente no esplendor e beleza mesmo enquanto ele está a cair no fundo do precipício. Os viajantes que têm visão clara são gratos à clara luz que os ajuda a evitar os perigos da sua viagem. Embora o homem surdo não o ouça, ainda assim a violenta avalanche desce sobre ele esmagando-o terrivelmente do alto, mas quem pode ouvi-la vindo escapa para lugares mais seguros. Embora um homem morto não possa provar enquanto ele jaz apodrecendo entre vermes, uma boa bebida ainda tem gosto doce. Um homem vivo pode bebê-lo e se contentar, sentindo-se encorajado para qualquer feito corajoso”.

A Virgem fala para sua filha, oferecendo garantias sobre as palavras proferidas a ela; e sobre o perigo do colapso da Igreja se aproximando, e sobre como, infelizmente, os supervisores zeladores da Igreja em grande parte dedicam-se hoje em dia a uma vida de imoralidade e a ganância, e o desperdício dos bens da Igreja no seu orgulho, e sobre como a fúria de Deus é suscitada contra eles.

Livro 3 – Capítulo 10

A Mãe fala: “não tenhas medo das coisas que estás prestes a veres, pensando que elas vêm o espírito do mal. Tal como luz e calor acompanham a aproximação do sol, mas não segue a uma sombra escura, da mesma forma duas coisas acompanham a chegada do Espírito Santo no coração: ardente amor por Deus e a iluminação completa da Santa fé. Agora estás experimentando essas duas coisas. Essas duas não se seguem ao diabo, a quem nós podemos assemelhar a uma sombra escura. Portanto, envia meu mensageiro ao homem que te mencionei. Apesar de conhecer seu coração e como ele vai responder e o fim iminente da sua vida, deverás ainda enviar-lhe a seguinte mensagem.

Eu o faria saber que o fundamento da Igreja Sagrada está tão fortemente deteriorado em seu lado direito que o seu telhado em arcadas tem muitas fissuras na parte superior, e que isso faz com que as pedras caiam tão perigosamente que muitos daqueles que passam abaixo dela percam as vidas. Várias das colunas que devem ficar eretas estão quase ao nível do solo e até mesmo o piso é tão cheio de buracos que os cegos que entram lá têm quedas perigosas. Às vezes acontece mesmo que, juntamente com os cegos, pessoas com boa acuidade visual têm quedas feias devido aos buracos perigosos no piso. Como resultado de tudo isto, a Igreja de Deus está perigosamente cambaleando e se ela está cambaleando tanto, o que a aguarda em seguida se não seu colapso?

Garanto-vos que, se ela não for ajudada por reparos, seu colapso será tão grande que será ouvida em toda a cristandade. Sou a Virgem cujo ventre o filho de Deus condescendeu em entrar, sem o mínimo traço de luxúria carnal. O filho de Deus nasceu do meu útero fechado, dando-me consolação, mas nenhuma dor. Eu fiquei de pé junto à Cruz quando ele vitoriosamente superou o Inferno por meio de seu paciente sofrimento e abriu o céu com o sangue do seu coração. Fiquei também sobre a montanha quando o filho de Deus, que também é meu filho, subiu aos céus. Tenho o conhecimento mais claro de toda a fé Católica que ele pregou e ensinou a todos que queriam entrar o céu.

Eu sou essa mesma mulher, e agora estou acima do mundo em oração contínua, como um arco-íris acima das nuvens que aparece para se inclinar em direção à terra e tocá-la, em ambas as extremidades. Vejo-me como um arco-íris a arquear para baixo em direção aos habitantes bons e maus da terra através de minhas orações. Curvo-me em direção a pessoas boas para que possam ser firmes nos mandamentos da Santa Igreja, e me curvo em direção a pessoas más para que eles não possam aumentar suas maldades e ficarem ainda piores. Eu faria o homem que mencionei saber que nuvens implacáveis e horríveis sobem em na direção do arco-íris resplandecente. Por essas nuvens, quero simbolizar aqueles que levam uma vida de imoralidades, aqueles que são tão insaciáveis como o abismo do oceano em sua ganância por dinheiro e aqueles que arrogante e irracionalmente gastam seus meios num desperdício como de uma torrente derrama sua água.

Muitos dos supervisores da Igreja são culpados por estas três coisas, e seus pecados terríveis se elevam ao céu à vista de Deus, tão opostas às minhas orações quanto às nuvens obscenas que se opõem ao arco-íris resplandecente. Os homens que deveriam estar aplacando a fúria de Deus juntamente comigo, em vez disso estão provocando fúria de Deus contra si. Esses homens não devem ser promovidos na Igreja de Deus. Eu, a Rainha do céu, chegarei ao auxílio de quem, conhecendo a sua própria insuficiência, esteja disposto a assumir a tarefa de tornar a fundação da Igreja estável e restaurando a vinha abençoada que Deus fundou com seu sangue e, juntamente com os anjos, arrancarei pelas raízes as raízes soltas e arremessarei quaisquer árvores sem fruto para o fogo e plantarei mudas frutíferas . Por esta vinha, quero dizer a Igreja de Deus em que as duas virtudes da humildade e a caridade divina devem ser restauradas.”

Explicação

O Filho de Deus fala dos núncios papais: ” entrastes na companhia de governantes e vos tornareis ainda mais elevados. Digno é aquele que para exalta a humildade, pois o orgulho já se elevou demais. Quem tem a caridade pelas almas também receberão as honras mais altas, pois a ambição e a simonia agora prevalecem entre as muitas pessoas. Feliz é ele que tenta erradicar os vícios do mundo, tanto quanto ele puder, porque agora os vícios se tornam anormalmente fortes.

Também é mais eficiente ter paciência e rezar por ele, pois, nos dias de muitos que ainda vivem, o sol vai ser rasgar em dois, as estrelas serão atiradas à confusão, a sabedoria será considerada tola, os humildes na terra gemerão e prevalecerão os ousados. A compreensão e a interpretação destas coisas pertence aos sábios que sabem como tornar o bruto, suave e prover para o futuro.” A revelação precedente foi para o Cardeal de Albano, que era então um prior.

Leave a Comment

Filed under Igreja Católica